Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Gaúcho, novo integrante do ''sambódromo milanês''

Ronaldinho Gaúcho agora faz parte do "Sambódromo do Milan??, expressão usada pelo próprio clube italiano para definir sua "atração?? por brasileiros. Ao chegar hoje a Milanello, ele vai se encontrar com vários compatriotas: Kaká, Alexandre Pato, Emerson, Dida e Digão. E isso porque, recentemente, dois brazucas saíram do clube: Serginho e Cafu.O primeiro brasileiro a jogar no Milan foi Vincente Gabardo, em 1935. Em 1958, foi a vez de Altafini, o Mazola. Na década de 60 do século passado, Amarildo e Sormani também defenderam o clube. Seguiu-se um longo período sem brasileiros, até que, na década de 90, André Cruz e Leonardo (hoje dirigente do clube) aportaram por lá. Outro defensor, Roque Júnior, passou pelo Milan na temporada de 2003. E um atacante, Ricardo Oliveira, também jogou pelo time.Mas nem sempre grandes craques brasileiros fizeram sucesso no Milan. O meia Rivaldo, por exemplo, fez em 2002 o mesmo caminho que Ronaldinho percorre agora. Deixou o Barça em alta, mas teve passagem apenas regular por Milão. Na temporada 2007/2008, foi a vez de Ronaldo: fez um punhado de gols, mas depois se machucou e não teve o contrato renovado.

Milão, O Estadao de S.Paulo

16 de julho de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.