Gay supera Gatlin e fatura ouro nos 100m em Paris

Em uma prévia dos Jogos Olímpicos, o norte-americano Tyson Gay superou o compatriota Justin Gatlin nesta sexta-feira e faturou a medalha de ouro na prova dos 100 metros na etapa de Paris da Diamond League.

AE, Agência Estado

06 de julho de 2012 | 18h15

Longe de exibir sua melhor performance, Gay registrou o tempo de 9s99, à frente dos 10s03 de Gatlin, campeão olímpico em 2004, e dos 10s08 do francês Christophe Lemaître. Foi a primeira participação de Gay em uma etapa da Diamond League nesta temporada.

O americano será um dos principais rivais do jamaicano Usain Bolt, recordista mundial e atual campeão olímpico, na tradicional prova dos 100 metros nos Jogos de Londres. Para tanto, precisará repetir o melhor tempo de sua carreira, de 9s69, registrado em 2009.

Nos 800 metros, o queniano David Lekuta Rudisha não conseguiu superar seu próprio recorde. Ele venceu a prova com o tempo de 1min41s54, acima da melhor marca do mundo, de 1min41s01, estabelecida por ele mesmo, em 2010. O espanhol Antonio Reina levou a prata (1min45s62) e o queniano Alfred Kirwa Yego ficou com o bronze (1min45s68).

A maior decepção do dia, contudo, foi o etíope Kenenisa Bekele. Atual campeão olímpico dos 5 mil metros, ele foi apenas o nono colocado nesta sexta, como tempo de 12min55s79. A medalha de ouro foi conquistada pelo seu compatriota Dejen Gebremeskel, com 12min46s81.

No salto triplo, o brasileiro Jadel Gregório não conseguiu subir ao pódio. Ele ficou em quarto lugar após queimar o salto em quatro tentativas. Em seu único salto válido, ele marcou 16,39 metros, atrás do vencedor Leevan Sands, das Bahamas, com 17,23 metros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.