Gebrselassie ganha prêmio Príncipe das Astúrias

O fundista etíope Haile Gebrselassie recebeu nesta sexta-feira o prêmio Príncipe das Astúrias do Esporte por seus feitos dentro e fora das pistas. O corredor de 38 anos é um dos maiores fundistas da história do atletismo, dono do recorde mundial na maratona e campeão olímpico dos 10 mil metros em 1996 e 2000.

AE, Agência Estado

02 de setembro de 2011 | 12h32

Gebrselassie também ganhou quatro títulos mundiais consecutivos nos 10 mil metros e bateu vários recordes na prova antes de passar a se concentrar na maratona. "Considerado o melhor corredor de longa distância de todos os tempos, Haile Gebrselassie é um extraordinário exemplo de sacrifício e superação, que se colocou durante mais de duas décadas no mais alto da elite esportiva", assinalou a Fundação Príncipe das Astúrias.

A fundação também destacou as obras sociais de Gebrselassie em seu país natal. "Seu compromisso com a paz e o entendimento através do esporte e trabalho humanitário e social na Etiópia tornando-se uma referência ética para toda sua geração de atletas no mundo", completou.

Em 2008 e aos 35 anos, Gebrselassie se converteu no primeiro atleta a completar uma maratona em menos de 2 horas e 4 minutos, estabelecendo um recorde mundial. Em 2010, esteve próximo se aposentar após abandonar a Maratona de Nova York, mas terminou voltando a competir. Os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, poderiam ser sua última competição oficial, se é que vai realmente participar.

O prêmio ao esporte é um dos prêmios que a Fundação Príncipe das Astúrias dá anualmente. No ano passado, a seleção espanhola de futebol, que faturou o título da Copa do Mundo, recebeu a honraria.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.