Gebrselassie vence em Berlim e faz melhor maratona do ano

O etíope Haile Gebrselassie venceu neste domingo a Maratona de Berlim, cumprindo a melhor marca do ano na prova de 42,185 km: 2h05min56s. O tempo é apenas 1 minuto e 1 segundo mais lento que o recorde mundial, marcado pelo queniano Paul Tergat em 2003 na mesma prova. O tempo marcado por Gebrselassie é o sétimo melhor de todos os tempos e seu recorde pessoal, na quarta participação do atleta em uma maratona - especialista em provas de fundo na pista, o etíope é bicampeão olímpico dos 10 mil metros. "Algum dia baterei o recorde mundial", disse. A Maratona de Berlim foi palco de cinco quebras de recorde mundial nos últimos anos - uma delas pelo brasileiro Ronaldo da Costa, em 1998, marca que durou pouco mais de um ano. Outro etíope, Shentema Kudama, foi o segundo colocado, com 2h10min43s, seguido pelo japonês Kurao Umeki, com 2h13min43s. A facilidade na vitória foi apontada por Gebrselassie como um dos motivos para não conseguir quebrar o recorde - ele correu praticamente sozinho os últimos 17 quilômetros, depois de fazer um tempo melhor que o da marca de Tergat na primeira metade da prova. "É preciso alguém para empurrar você, sozinho fica difícil, e senti muita dor nos últimos cinco quilômetros", explicou o etíope, que também reclamou dos fortes ventos durante a corrida.

Agencia Estado,

24 Setembro 2006 | 13h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.