Robert Deutsch / USA Today Sports
Robert Deutsch / USA Today Sports

Genialidade de Mahomes garante segundo título do Super Bowl para os Chiefs

Quarterback do Kansas City comanda equipe em virada espetacular no último quarto contra o San Francisco 49ers

Wilson Baldini Jr., enviado especial a Miami, O Estado de S.Paulo

03 de fevereiro de 2020 | 00h34

A NFL tem um novo astro. Trata-se do quarterback Patrick Mahomes, que liderou o Kansas City Chiefs na vitória sobre o San Francisco 49ers, neste domingo, por 31 a 20, e garantiu o segundo título para a franquia. A primeira ocorreu em 1969. O triunfo também é marcante para o técnico Andy Reid, que, aos 61 anos, conquistou pela primeira vez um Super Bowl, apesar das 195 vitórias obtidas na carreira.

O San Francisco 49ers perdeu a chance de se sagrar campeão pela sexta vez e se igualar ao Pittsburgh Steelers e ao New England Patriots. O jejum da equipe californiana já atinge 26 anos. O primeiro quarto do Super Bowl começou tenso. O San Francisco 49ers ganhou o cara ou coroa e deixou o primeiro ataque para o Kansas City Chiefs. Patrick Mahomes errou duas bolas e o time de Kansas precisou ir para o punt.

No primeiro ataque dos 49ers, destaque para Deebo Samuel, que corre 30 jardas. Mas com Jimmy Garoppolo muito marcado, Robbie Gould faz 3 a 0 para os 49ers no field goal.

No segundo ataque de Kansas, Mahomes, protegido, começou a acionar a velocidade de Tyreek Hill. Mas quem avançou 20 jardas fou Demien Williams, em duas boas escapadas. Só que Dee Ford derrubou Mahomes na sequência. Mas o quarterback não se intimidou. Na jogada seguinte, avançou 12 jardas e depois foi para o touchdown. Harrison Butker converteu o chute extra e Kansas liderava por 7 a 3, a 31 segundos do fim do primeiro quarto.

Na segunda parte do jogo, Kansas conseguiu a primeira interceptação. Garoppolo, pressionado, lançou mal e Bashaud Breeland ficou com a bola. Mesmo sofrendo empurrão, Mahomes encontrou Sammy Watkins a quase 20 jardas. Mahomes e Damien Williams mostram grande entrosamento, mas Tarvarius Moore desviou passe de Mahomes. Butker, mais uma vez, entrou para o field goal: 10 a 3, Kansas. Nesse momento, o público já tinha certeza de que o jogo será bom e disputado.

Raheem Mostert e Deebo Samuel deram ritmo aos 49ers, que conseguiram ter first downs seguidos. Tevin Coleman foi outro a correr dez jardas. Em uma sequência arrasadora, Kyle Juszczyk conseguiu o touchdown para San Francisco. Robbie Gould marcou o ponto extra e empatou o jogo: 10 a 10, a 5min05 do fim do segundo quarto.

Williams conseguiu duas vezes o first down para o Kansas, mas depois foi derrubado e a bola voltou para os 49ers antes do intervalo. Garoppolo mostrou suas qualidades e encontra Wilson com quase 30 jardas. O quarterback de San Francisco faz mais um belo lançamento, mas George Kittle faz falta antes de agarrar a bola. Assim, o primeiro tempo terminou empatado: 10 a 10.

APÓS O INTERVALO

San Francisco começou no ataque o terceiro quarto. Garoppolo conseguiu levar sua equipe até 26 jardas. Mostert e Coleman não conseguiram o first down. Gould, mais uma vez, entrou e converteu o field goal e colocou os 49ers na frente de novo: 13 a 10. Bola com Kansas e a torcida de San Francisco pela primeira vez começou a gritar "defesa", a melhor característica do time. Os gritos deram certo e Nick Bosa, quase roubou a bola de Mahomes. No lance seguinte, o quarterback precisou um passe de 12 jardas, mas acertou o peito de Fred Warner. Bola dos 49ers. Foi a primeira interceptação de Mahomes nos playoffs.

Juszczyk conseguiu corrida de nove jardas e deixou trabalho fácil para Mostert: tochdown para os 49ers. Gould converteu mais um ponto extra: 20 a 10 para o time de São Francisco. A defesa não dava moleza para Mahomes, que arriscou e conseguiu um first down. Kelce também, no fim do terceiro quarto.Restavam quinze minutos.

O último quarto começou e Kansas conseguiu dois first down com Hill e Williams, mas Mahomes foi bloqueado por DeForest Bukner. Na sequência, o líder dos Chiefs conseguiu 13 jardas. Hill deixou a bola escapar e Tarvarius Moore obteve a interceptação. Os jogadores dos 49ers festejaram.

Parece que a excessiva comemoração tirou a concentração dos 49ers, que erraram demais na posse de bola seguinte e devolveram a bola para Kansas com 8min43 para o fim do jogo. Mahomes não se livrou da pressão do adversário, arriscou bola longa para Hill, mas não conseguiu recepção. Mas Mahomes insistiu e encontrou Hill a 22 jardas. Na sequência, o 45º touchdown de Kelce na carreira. Butker conferiu o field goal e o placar ficou 20 a 17. Restavam 6min13.

San Francisco teve a bola e precisava do touchdown para acabar com as chances de Kansas. Mas deu tudo errado para Garappolo. Bola voltou para Kansas, que tem pouco mais de quatro minutos para virar e ganhar o Super Bowl. Mahomes foi incrível. Passe de 30 jardas para Watkins. Kansas ficou perto do touchdown e ele aconteceu. Mahomes lançou Williams. Jogada foi decidida no VAR. Butker conferiu o field goal: 24 a 20, Kansas. Faltavam 2min44 para o fim do jogo.

O jogo estava nas mãos de Garoppolo. Kendrick Bourne, com 16 jardas, deixou os 49ers no campo de ataque. No desespero, o quarterback tentou um longo lançamento, mas Sanders não agarrou. Na jogada seguinte, a defesa dos Chiefs impediu Garoppolo de arremessar. Kansas voltou a ficar com a bola a  1min20 do fim.

E Williams acabou com as esperanças dos 49ers. Com uma bela corrida, o running back fez mais um touchdown e aumentou a vantagem para 30 a 20, com o ponto extra: 31 a 20.

* Repórter viajou aos EUA a convite da ESPN, transmissora oficial da NFL

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.