Genoa admite negociar o atacante Diego Milito

Depois de recusar neste mês algumas propostas para liberar o atacante argentino Diego Milito, a diretoria do Genoa admite que pode negociar o jogador no meio do ano, depois do Campeonato Italiano. Milito é vice-artilheiro da competição, com 12 gols, e custou 12 milhões de euros (R$ 36 milhões) junto ao Zaragoza, em setembro."Até por uma questão moral, temos de levar em conta a vontade de jogador", afirmou o presidente do Genoa, Enrico Preziosi, em entrevista ao jornal Gazzetta dello Sport. O mesmo dirigente havia dito em dezembro, ao saber do interesse da Inter de Milão, que não negociaria o jogador nem por 30 milhões de euros, ou se recebesse em troca jogadores como o volante Cambiasso, titular da seleção argentina, ou o garoto Balotelli, uma das revelações do futebol italiano.Ainda segundo o jornal, Milito estaria sendo convencida a jogar na Inter por conterrâneos como Cambiasso e o lateral Zanetti. Na terça-feira, o técnico Diego Maradona disse que estava de olho no atacante e poderia inclui-lo nas próximas convocações para a seleção argentina.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.