Giaffone aproveita vacilo de Monteiro e vence na abertura

Piloto da Iveco segurou a ponta em boa parte da corrida no RS, mas ultrapassou o limite de velocidade e foi punido

Rafael Vergueiro, O Estado de S.Paulo

28 de fevereiro de 2011 | 00h00

Com uma combinação de sorte e competência. Felipe Giaffone venceu na tarde de ontem a etapa de abertura do Campeonato Sul-Americano de Fórmula Truck, em Santa Cruz do Sul (RS). O piloto da RM Volkswagen largou na segunda colocação e acabou contando com uma ajuda providencial para ganhar a prova: uma falha do pole position, Beto Monteiro, da Scuderia Iveco, para ganhar a prova.

Mesmo pressionado pelo caminhão de Giaffone, Monteiro manteve a ponta durante mais da metade da corrida. Na 13.ª volta, no entanto, cometeu um deslize. Passou acima da velocidade permitida na reta principal (161 km/h, um quilômetro acima do limite) e foi penalizado. Obrigado a passar pelos boxes, chegou apenas na sexta posição.

"Eu estava pressionando e ele acabou cometendo o erro. Sabia que se tirasse muito o pé na reta eu ultrapassaria. Mas, se o Beto não fosse punido, teríamos uma briga boa, eu estava disposto a ir para cima e fazer a ultrapassagem na pista", declarou Giaffone, que tem dois títulos na F-Truck (2007 e 2009). No ano passado, ele deixou escapar a conquista na reta final, ao ser superado por Roberval Andrade.

A corrida também foi marcada por uma batida impressionante de Leandro Reis, da Original Reis Peças (representa o Flamengo), que teve problemas em seu caminhão. Já a polêmica do dia ficou por conta da disputa entre Roberval Andrade, da Ticket Car Corinthians Motorsport, e José Maria Reis, do Flamengo.

O atual campeão da Fórmula Truck largou na última colocação e chegou em quarto, mas reclamou do adversário, que teve problemas e segurou um pelotão de quatro caminhões durante boa parte da prova. "Ele passou do limite. Atrapalhou a prova dos outros. Merecia algum tipo de punição esportiva", desabafou Andrade.

A próxima etapa da Truck será válida pela abertura Campeonato Brasileiro, e está marcada para o dia 3 de abril, no Rio de Janeiro. Já pelo Sul-Americano, a próxima prova será em 3 de julho, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. Os mesmos pilotos disputam as duas competições paralelamente.

Clima. Apesar de os treinos de sexta-feira e sábado terem sido marcados pelas chuvas, o domingo foi de calor e a prova transcorreu em pista seca. Cerca de 40 mil pessoas compareceram ao autódromo, público um pouco menor que o registrado no mesmo local em 2009 (48.319), quando a Fórmula Truck correu pela primeira vez na cidade gaúcha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.