Giants superam os 'perfeitos' Patriots e levam o Super Bowl XLII

Partida histórica dá ao time de Nova York seu terceiro título da NFL; Patriots devastados com a derrota

Alan Rafael Villaverde, estadão.com.br

04 de fevereiro de 2008 | 01h08

Charlie Riedel/APAntes criticado, Eli Manning ergue o troféu de campeão do Super Bowl; quarterback garante vitória dos Giants sobre os Patriots com um touchdown nos últimos dois minutos de partida e é escolhido o melhor jogador da partida (MVP); desempenho superior ao irmão mais velho, Peyton ManningSÃO PAULO - 18 jogos; 18 vitórias. O retrospecto perfeito até então do New England Patriots foi para o "espaço" diante da garra do New York Giants, que venceu o Super Bowl XLII por 17 a 14, na noite deste domingo, no Estádio da Universidade de Phoenix, em Glendale, assegurando uma das maiores "zebras" do esporte norte-americano. Este é o terceiro Super Bowl conquistado pelos Giants, que terminou a temporada regular com 10 vitórias e seis derrotas e era o "patinho feio" da final, mas o sistema defensivo, comandado por Strahan, acabou com o astro Tom Brady que, no Brasil, é mais conhecido por ser o namorado da modelo Gisele Bündchen. Já Eli Manning, irmão do astro Peyton Manning, mostrou que também é um jogador excepcional, comandando a equipe na última descida para garantir a vitória. Ele terminou com dois touchdowns e 255 jardas.Além dos Giants conquistarem seu terceiro Super Bowl, a equipe de Nova York assegurou ao Miami Dolphins, de 72, o título de único time a ser invicto do começo ao fim. Já os Patriots vêem a temporada perfeita ir por água abaixo. David Duprey/APBrady cabisbaixo; quarterback conhece sua 1.ª derrota em quatro Super Bowls disputadosAo contrário do dito antes do jogo, o ataque do New England não suplantou a defesa dos Giants; pelo contrário, o time de Nova York pressionou o astro Tom Brady em praticamente todas as jogadas, conquistando três sacks (quando o quarterback é derrubado com a posse de bola) e um fumble (recuperação de bola pela defesa).Mesmo com uma defesa fenomenal, assim como o controle do tempo, os Giants não conseguiram concretizar tal superioridade em pontos, contentando-se somente com um field goal no primeiro quarto. Já os Patriots, mesmo jogando mal e com Brady pressionado, conseguiu virar o placar com um touchdown no segundo período, graças à interferência em um passe, cometido pelos Giants.Ciente de que não poderia ficar muito tempo com a bola, Brady - assistido pela equipe de ataque - começou a realizar jogadas rápidas, com passes curtos, evitando assim a aproximação dos zagueiros. Mesmo assim, Michael Strahan - uma lenda na NFL - conseguiu realizar seu primeiro sack em Tom Brady, no começo do terceiro quarto, colocando fogo na partida.Apesar da precisão da defesa, o ataque dos Giants teimava em forçar jogadas de corrida pelo meio, sem ganho algum. Com isso, o quarterback Eli Manning era forçado a realizar lançamentos longos, facilitando a defesa dos Patriots. Desta forma, ambas equipes passaram o terceiro quarto em branco, irritando Tom Brady, totalmente irreconhecível. O placar de 10 a 7 após três períodos é o segundo mais baixo da história dos Super Bowls. Gene Puskar/APManning escapa do sack em jogada crucial para a conquista do touchdown que garantiu a vitóriaO último quarto, no entanto, começou de forma diferente. Os Giants surpreenderam a defesa dos Patriots com um bom passe de Manning para o novato Boss. E, com jogadas rápidas pelo meio, Eli Manning mostrou que tem o talento do irmão Peyton ao realizar um lindo arremesso para Tyree, que marcou o touchdown - através de uma jogada de play action (quarterback finge dar a bola ao running back, mas continua com ela para o arremesso) - e recolocou o time de Nova York à frente. Este foi apenas o quarto passe que Tyree recebeu durante toda a temporada, provando a variação que o ataque dos Giants fez para enganar a defesa adversária.A resposta dos Patriots veio na segunda posse seguinte. Novamente com passes curtos para o wide receiver Wes Welker, Tom Brady foi quase perfeito na descida, e Randy Moss finalmente apareceu na partida para receber o passe de touchdown, recolocando os Patriots à frente: 14 a 10, com 2min42 para o término da partida.Com a responsabilidade de levar sua equipe a mais um touchdown, Eli Manning teve que lidar com um quarto down e conseguiu convertê-lo, dando ainda mais nervosismo à partida. E, numa outra conversão complicada, Manning conseguiu evitar o sack e fez um arremesso maluco, que parou nas mãos de Tyree (passe de 32 jardas), mantendo os Giants no jogo. Mostrando um espírito de vencedor, Eli Manning conseguiu converter mais uma descida no terceiro down e, num passe espetacular, Manning encontrou Burress sozinho para o touchdown, recolocando os Giants à frente com 35 segundos para o final. Tom Brady tentou, no desespero, arremessos, mas em vão, e os Giants comemoram a quinta zebra da história dos Super Bowls. Nova York vai parar...

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.