Giants vence o Rangers por 9 a 0 e abre vantagem na World Series do beisebol

Time de São Francisco joga bem tanto na defesa quanto no ataque para vencer o Texas

ALAN RAFAEL VILLAVERDE, estadão.com.br

29 de outubro de 2010 | 01h20

Veterano. Edgar Rentería impulsiona três das nove corridas do Giants, que vence outra

SÃO FRANCISCO - De volta ao normal, pelo menos para o San Francisco Giants, que contou com o bom jogo do arremessador Matt Cain e com um ataque equilibrado para vencer o Texas Rangers por 9 a 0 na noite desta quinta-feira, no AT&T Park, em São Francisco, na segunda partida da World Series da MLB.

Agora, a equipe do Giants leva a vantagem de 2 jogos a 0 na série melhor de sete para a casa do Rangers, em Arlington, no Texas, para os próximos três jogos (podem ser dois, caso a equipe da Califórnia feche a série por 4 a 0). O próximo confronto acontece neste sábado, às 20h30 (de Brasília).

Depois da vitória surpreendente por 11 a 7, o Giants voltou às origens e manteve o segundo jogo sob controle com ótima defesa e o bom trabalho de seus arremessadores, dessa vez com o nem tão badalado Matt Cain, que continua sem ceder uma corrida sequer nesta pós-temporada. O jogador arremessou por 7,2 entradas, com duas eliminações por strike e quatro rebatidas cedidas.

O único susto veio na quinta entrada, quando Ian Kinsler, do Rangers, teve o azar de ver a bola bater em cima do muro de proteção, evitando, assim, o seu homerun, que colocaria sua equipe à frente.

Se o time de São Francisco conseguiu voltar ao seu estilo de jogo, o mesmo não pode ser dito sobre o Texas Rangers. O favorito nas casas de apostas para o título se mostrou novamente perdido no ataque e, para piorar, com arremessadores substitutos jogando muito mal. O titular do segundo jogo, C.J. Wilson fez uma boa partida, cedendo apenas duas corridas em seis entradas. A primeira delas num homerun de Edgar Rentería, na quinta entrada, e uma corrida de Cody Ross, na sétima.

O jogo, no entanto, se perdeu de vez para o Rangers na oitava entrada, cedendo nada menos que sete corridas. O desastre começou com o arremessador Derek Holland, que cedeu três andadas, fazendo Buster Posey anotar a terceira corrida.

A quarta foi da mesma forma, agora com Nate Schierholtz andando até a base principal. As duas corridas seguintes foram de autoria de Edgar Renteria, com uma rebatida simples, impulsionando Cody Ross e Aubrey Huff. Rowand, com uma rebatida tripla, impulsionou mais duas corridas, enquanto Andres Torres, com uma rebatida dupla, fez sua equipe chegar à sétima corrida na entrada.

Notas. A torcida de São Francisco foi à loucura quando um dos principais quarterbacks da história do futebol americano, Joe Montana, apareceu no telão. Montana possui quatro Super Bowls com o San Francisco 49ers ++++ 43.622 ingressos vendidos para o jogo 2. Mais um jogo com capacidade máxima preenchida. Ingressos para a World Series chegam até o preço de US$ 10 mil ++++ O veterano Edgar Rentería disputa sua terceira World Series e busca seu segundo título. O primeiro foi no seu primeiro ano como profissional, pelo Florida Marlins, em 1997.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.