Matt Dunham/AP
Matt Dunham/AP

Ginastas brasileiros Zanetti e Sasaki confirmam vagas em finais

Zanetti se garantiu nas argolas, com a quarta melhor pontuação das eliminatórias, já Sasaki vai disputar a final individual geral

AMANDA ROMANELLI, enviada especial, O Estado de S. Paulo

28 de julho de 2012 | 18h44

LONDRES - Depois de boas apresentações neste sábado, os ginastas brasileiros Arthur Zanetti e Sergio Sasaki confirmaram vaga nas finais dos Jogos de Londres. Vice-campeão mundial das argolas, Zanetti conquistou a quarta melhor nota das eliminatórias, ao somar 15.616 pontos. O primeiro colocado foi o campeão olímpico e tetracampeão mundial Yibing Chen, da China, que fez 15.858. Só oito vão à final.

"Fiz uma série boa, gostei da minha nota, e o importante foi ter passado para a final. Um dos meus objetivos foi alcançado", disse o brasileiro, que disputará a final no dia 6 de agosto.

Zanetti e seu técnico, Marcos Goto, optaram por não apresentar a nova série que já rendeu ao brasileiro a nota de 15.925 este ano, na etapa da Copa do Mundo de Ghent, na Bélgica. Segundo o brasileiro, não era interessante ir à decisão com uma nota muito alta, justamente para não ser o primeiro a competir.

O Brasil também terá Sasaki na final do individual geral. O ginasta de 19 anos, estreante em olimpíadas assim como Zanetti, ficou com a 11ª colocação, com a nota final de 89.132 pontos - classificam-se os 24 melhores atletas. O primeiro foi o americano Danell Leyva, com 91.265. Até então, a melhor posição do Brasil na prova em que o ginasta passa por todos os aparelhos era o 33º lugar de Mosiah Rodrigues, nos Jogos de Atenas, em 2004.

A boa classificação dos dois ginastas compensou, em parte, a decepção da torcida com o desempenho de Diego Hypolito. O brasileiro sofreu uma queda durante sua apresentação e, com a nota de 13.766, foi apenas o 59º colocado geral no solo, sem qualquer chance de avançar à final.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.