Reprodução
Reprodução

Ginastas terão de se explicar ao STJD nesta terça-feira

Atletas serão questionados por ofensas racistas a colega

Ronald Lincoln Jr., O Estado de S. Paulo

25 de maio de 2015 | 16h22

Arthur Nory, Henrique Flores e Fellipe Arakawa vão se apresentar ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) nesta terça-feira. Eles terão de se explicar sobre as ofensas de cunho racista contra o colega ginasta Ângelo Assumpção registradas em um vídeo, publicado em uma rede social.

Os quatro ginastas vão ser questionados por volta de 15 horas, no Rio. Os depoimentos serão coletados separadamente e os atletas poderão contar com a presença de seus advogados. 

Os três acusados foram suspensos pela Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) com afastamento por 30 dias de competições, e podem sofrer punição ainda maior do tribunal. "A situação já está delineada. Os vídeos, que vão ser utilizados como prova, são bem contundentes", afirmou ao Estado o auditor Felipe Bevilacqua, responsável pela investigação.

Em contrapartida, Bevilacqua informou que é possível que o caso fuja da responsabilidade do tribunal, uma vez que as declarações foram feitas fora de competição. Assim, caberia à CBG avaliar a necessidade de nova punição. Até quinta-feira, o STJD deve se posicionar sobre a necessidade de um julgamento

Tudo o que sabemos sobre:
rio 2016ginasticaracismoolimpiada

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.