Divulgação/CBG
Divulgação/CBG

Ginástica do Brasil avança às finais em etapa da Copa do Mundo

Equipes masculina e feminina tiveram bom desempenho em Stuttgart, na Alemanha

Redação, Estadão Conteúdo

15 de março de 2019 | 23h11

As seleções masculina e feminina do Brasil fizeram bonito nesta sexta-feira na etapa de Stuttgart da Copa do Mundo de ginástica artística. O destaque do País na etapa alemã foi Arthur Zanetti, que obteve as melhores notas da equipe no solo, no salto e nas argolas, sua especialidade.

Apesar disso, foi o feminino que obteve melhor desempenho coletivo. As meninas do Brasil avançaram às finais em primeiro lugar na fase classificatória. Já o masculino obteve o terceiro lugar geral.

No feminino, as brasileiras somaram 160,400, com destaque para Rebeca Andrade. Ela obteve a melhor nota no salto (14,600) e na trave (13,950). Jade Barbosa brilhou nas assimétricas (13,650) e Flavia Saraiva se destacou no solo (13,650).

Nas finais femininas, que serão disputadas a partir das 13 horas deste sábado (horário de Brasília), as brasileiras terão a concorrência da Rússia, que ficou em segundo lugar, com 159,250), da França, em terceiro, com 154,550, e da Holanda, quarta colocada na fase qualificatória, com 153,350.

No masculino, o time nacional somou 245,500 pontos e foi liderado pelo campeão olímpico Arthur Zanetti. O medalhista de ouro nas argolas nos Jogos Olímpicos de Londres-2012 foi o melhor brasileiro no solo (14,350), nas argolas (14,950) e no salto (14,600).

Caio Souza foi o destaque nacional nas barras paralelas (14,400) e barra fixa (13,700), Bernardo Miranda se destacou na barra fixa (13,700) e Francisco Barreto Júnior foi o melhor no cavalo com alça (13,400).

O melhor time na fase classificatória foi a Rússia, com 252,050). Os russos foram seguidos do Japão (249,000), Alemanha (243,700), Itália (239,250), Espanha (236,700) e Turquia (234,550). Também estarão nas finais a equipe B da Alemanha, a França e a Ucrânia. As finais masculinas serão disputadas no domingo, com início marcado para as 12 horas.

No mesmo dia, haverá a etapa da Copa do Mundo All-Around, que conta pontos para o ranking olímpico e que dá vagas para a Olimpíada de Tóquio-2020. O Brasil será representado no feminino por Carolyne Pedro.

A etapa de Stuttgart, contudo, não conta pontos para a classificação olímpica no geral. A vaga será definida no Mundial, também a ser disputado na cidade alemã, em outubro.

Mais conteúdo sobre:
ginástica artística

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.