Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Giovani dos Santos dedica pódio na São Silvestre à Chapecoense

Mineiro foi o melhor brasileiro nos 15 km da prova de rua paulistana com a quarta posição

Ciro Campos, O Estado de S.Paulo

31 de dezembro de 2016 | 11h10

A quarta posição na São Silvestre, neste sábado, deixou bastante satisfeito o mineiro Giovani dos Santos, melhor brasileiro dos 15 km da prova de rua paulistana. O atleta repetiu o melhor resultado, obtido também nas edições de 2012 e 2013, e afirmou que dedica o feito à Chapecoense, time catarinense vítima de tragédia aérea na Colômbia há um mês.

"O quarto lugar foi uma conquista. Quero dedicar para a Chapecoense. Não torcia para time algum, mas agora vou torcer para eles. Espero que todos estejam lá em cima, com Deus, e nos deem mais vitórias", afirmou o brasileiro, que chegou a liderar parte da prova, vencida pelo etíope Leul Aleme, seguido pelo compatriota Dawit Admasu.

A São Silvestre fez Giovani ficar contente com a temporada. Apesar de não ter feito índice olímpico, o mineiro exaltou as vitórias na Meia Maratona do Rio e na Volta da Pampulha, em Belo Horizonte. "Vou comemorar o ano novo com muito alegria. Foi uma temporada especial. Briguei até o final, como sempre, liderei bastante a prova. Em momento nenhum fiquei atrás. Procurei fazer o meu melhor, mas infelizmente eles estavam mais fortes do que eu", lamentou.

O brasileiro estava no pelotão dos lideres até os quilômetros finais, quando os três primeiros colocados se distanciaram e cruzaram a linha de chegada com apenas sete segundos de intervalo. "Fiz um ótimo trabalho em 2016. Acho que quanto mais velho, melhor eu fico", brincou o atleta de 35 anos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.