Goiás pega o Náutico e pode assumir a liderança

O animado Goiás pode assumir a liderança isolada do Campeonato Brasileiro hoje, se vencer o Náutico, às 21 horas, no Estádio dos Aflitos, no Recife. A equipe soma 35 pontos e vem de triunfo sobre o Vitória, em Goiânia, por 3 a 2. O Náutico, com 18 e em situação bem diferente, luta para sair da zona do rebaixamento. Os goianos não terão Iarley e Ramalho, suspensos. No Maracanã, o atacante Emerson virou o protagonista do Flamengo, ofuscando até mesmo Adriano. A torcida acompanha ansiosa pela resolução da novela sobre sua saída ou permanência no Rubro-Negro. Hoje, porém, tanto Emerson quanto os torcedores precisarão deixar essa questão de lado para se concentrar no Cruzeiro, adversário desta noite (21 horas), no Maracanã. Apesar das distrações, Emerson está garantido como parceiro de Adriano no ataque. O jogador, que conquistou os rubro-negros por sua dedicação irrestrita em campo, garantiu que manterá a postura, sem se preocupar com possíveis lesões. O técnico Andrade comemora a permanência, pelo menos por enquanto, do atacante. O Flamengo precisa da vitória para melhorar sua situação na competição. O time, até agora, vem apresentando altos e baixos e, por isso, afastou-se das primeiras posições e hoje briga apenas por colocações intermediárias.O Cruzeiro está em condição ainda pior. O time mineiro, vice-campeão da Libertadores - perdeu a final para o Estudiantes -, não se acerta no Brasileiro e luta mais para se afastar das últimas posições do que por qualquer aspiração maior.O técnico Adilson Baptista não poderá contar com o lateral-direito Jonathan, machucado. Por outro lado, o treinador terá a volta do volante Henrique - que cumpriu suspensão no empate sem gols com o Santos, no último domingo - e do lateral-direito Jancarlos, recuperado de lesão muscular. A dúvida estava no ataque, entre Thiago Ribeiro e Wellington Paulista como companheiro de Kléber.Também às 21 horas o Atlético-MG, em queda, recebe o surpreendente Avaí, no Mineirão. O time da casa tenta voltar ao G-4, enquanto os catarinenses buscam manter a boa fase. A equipe dirigida pelo técnico Silas não sofre derrota há nove rodadas. Os mineiros perderam no domingo para o Corinthians, no Pacaembu, e na semana passada não passaram de empate em casa com o Palmeiras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.