Goleira se preparou para o pênalti

No futebol, diz a máxima que um grande time começa com um grande goleiro. Ontem, a alemã Angerer foi decisiva ao defender o pênalti batido por Marta. Terminada a partida, ela revelou sua receita. ''''Assisti ao jogo entre Brasil e Austrália, nas quartas-de-final, quando a Marta também bateu um pênalti'''', disse. ''''Ela havia escolhido o canto esquerdo, e eu pensei que ela poderia trocar pelo direito. Esperei o quanto pude e tomei a decisão certa.''''A técnica Silvia Neid exaltou a aplicação conjunta de sua equipe. ''''O Brasil jogou mais, mas nós trabalhamos como time, especialmente na defesa'''', afirmou. ''''Marcamos o gol no momento certo e depois fizemos o possível para garantir o resultado.'''' Na Alemanha, a imprensa local qualificou o título como ''''a vitória da raça contra o futebol-arte''''.

O Estadao de S.Paulo

01 de outubro de 2007 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.