Gouveia e Pigmeu são destaque em Noronha

Fábio Gouveia e Bernardo Pigmeu protagonizaram uma cena incomum durante o Hang Loose Pro Contest, evento cinco estrelas do World Qualifying Series (WQS), em Fernando de Noronha. Os dois disputavam uma bateria da segunda fase contra Felipe Hudson e Charlie Brown, quando uma onda que prometia um bom tubo se aproximava. Pigmeu não estava bem posicionado para aproveitá-la, mas avisou seu adversário: "Vai Fia! (apelido de Gouveia)." Ele obedeceu, e a manobra na onda foi o resultado que lhe garantiu a vitória naquela bateria. Pigmeu ficou em segundo.Os dois passaram juntos à próxima fase da competição e neste sábado colocam à prova a sobrevivência na quarta fase do Hang Loose, em baterias separadas. "Ele me ajudou", admitiu Gouveia que, ao invés de ficar incomodado por ser auxiliado por um atleta menos experiente, contava o episódio com orgulho para todo mundo depois da série. Quem não conhece os bastidores do surfe pode achar a reação muito estranha, mas não quem conhece a amizade entre Gouveia e Pigmeu. O primeiro vê no segundo seu sucessor em termos de estilo de surfar - fluído e elegante. "Ele (Pigmeu) é meu filho do lado de fora, o agregado da família", define Gouveia. "Sei que não é comum um adversário ajudar o outro mas, como os dois primeiros passavam à próxima bateria, achei que podia. Afinal não poderia aproveitar aquela onda", explicou Pigmeu, sem esconder a admiração pelo surfista com quem desenvolve uma relação mestre-aprendiz. "Ele me ensinou tudo o que sei." Gouveia balança a cabeça e retruca bem-humorado: "Eu não ensinei nada. Ele é que é safado e aprendeu rapidinho."Tubos - Mas a camaradagem bem-sucedida entre Gouveia e Pigmeu não foi a única atração do dia no Hang Loose. O bicampeão do WQS, Neco Padaratz, fez sua estréia na competição e não decepcionou. Volta às águas neste sábado. Os destaques, porém foram Danilo Grilo e Jihard Kohdr.Apesar das ondas mais fracas, Grilo conseguiu igualar a maior nota da competição até agora, 17,60, estabelecida por Guilherme Herdy na quinta-feira, com ondas bem maiores. "As (ondas) de hoje estavam menores e mais difíceis de se achar. Mas consegui pegar algumas boas e acabei me saindo bem e espero continuar assim e conseguir finalmente ganhar aqui, depois de dois vice-campeonatos", disse Grilo.Kohdr obteve nesta sexta-feira a melhor nota de onda do dia, 9,83. Na competição, só perde para Adriano de Souza, o Mineirinho, que nesta sexta-feira não teve muita sorte: conseguiu um 9,93 na quinta-feira, mas acabou eliminado da competição, assim como o campeão mundial Júnior, Pablo Paulino.

Agencia Estado,

18 de fevereiro de 2005 | 19h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.