Governo chinês promete combater doping

O governo chinês promete luta permanente contra o doping, em campanha para reforçar sua imagem de organizadora da Olimpíada de 2008 e para afastar a fama de recorrer a estimulantes para que seus atletas obtivessem melhores resultados.Prova dos novos tempos foi a suspensão, por seis meses, de Zhang Shuai, jogador da equipe de futebol do Pequim Hyundai. No controle antidoping a que se submeteu, em novembro, foram encontrados sinais de efedrina na urina. O caso foi levado ao tribunal esportivo, que poderia aplicar mais dura, mas optou por meio ano de afastamento porque "a dosagem era baixa".A China havia dado outros sinais de que vive novos tempos, no que se refere à lisura da preparação esportiva. Em 2000, houve afastamento de 27 atletas na delegação que foi aos Jogos de Sydney, por suspeita de doping. Em maio de 2002, 34 foram banidos ou multados por uso de substâncias proibidas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.