Governo do DF assina termo de cooperação e promete que Olimpíada será 'barata'

Um mês e meio depois do prazo, o Governo do Distrito Federal finalmente assinou o termo de cooperação técnica entre Brasília e o Comitê Organizador dos Jogos Rio-2016 para a realização de jogos de futebol masculino e feminino no Estádio Mané Garrincha. Chegou-se a especular que o governo distrital abriria mão de receber a Olimpíada por conta da crise financeira.

Estadão Conteúdo

17 Novembro 2015 | 16h25

Os custos envolvendo a realização dos Jogos em Brasília, entretanto, não foram informados. "Será tudo feito de uma forma simples, será uma Olimpíada barata. Vamos utilizar o mínimo de estrutura temporária possível", disse Marco Aurélio Vieira, diretor-executivo de Operações do Comitê Rio-2016.

De acordo com a secretária-adjunta de Esporte do Distrito Federal, a ex-jogadora de vôlei Leila Barros, já existem R$ 6 milhões para serem utilizados na reformas de quadras e de arquibancadas que serão utilizadas para treinos dos atletas. O campo de treinamento do Colégio Militar de Brasília, na Asa Norte, será reformado.

O Mané Garrincha vai receber 10 partidas de futebol nos Jogos Olímpicos. São quatro rodadas duplas da fase preliminar, sendo três masculinas e uma feminina, nos dias 4, 7, 9 e 10 de agosto. Depois, o estádio vai sediar um jogo das quartas de final feminina (dia 12) e outro do masculino (13). As finais e duas semifinais serão no Maracanã. Itaquerão e Mineirão ficarão com as outras semifinais e uma decisão do bronze cada um.

Mais conteúdo sobre:
Olimpíada Jogos Olímpicos Rio-2016

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.