Governo francês recebe advertência

POLÍTICA DA BOLA

Jamil Chade e Wilson Baldini Jr., O Estado de S.Paulo

30 de junho de 2010 | 00h00

As interferências do governo francês na crise que assola a

seleção fizeram a Fifa subir o tom das críticas, chegando ameaçar o país de banimento de jogos internacionais. O presidente da entidade, Joseph Blatter, insistiu que se opõe a qualquer "interferência política" .

O cartola suíço deixou claro que tentará dar uma solução negociada à crise. "Mas se não houver outra opção, então a única coisa é suspensão", afirmou./

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.