Governo holandês apoia candidatura para Copa do Mundo

O governo holandês afirmou que apoia a candidatura conjunta com a Bélgica para o país sediar a Copa do Mundo de 2018 ou de 2022. Ab Klink, ministro dos esportes, disse em carta enviada ao parlamento nesta terça-feira que está preparado para realizar os investimentos necessários no evento.

AE-AP, Agência Estado

20 de abril de 2010 | 09h38

Klink disse que ele está "ansioso para organizar a Copa do Mundo na Holanda e na Bélgica". O governo concordou em financiar os preparativos em Amsterdã, Roterdã, Eindhoven,

Enschede e Heerenveen, que foram as cinco cidades escolhidas para sediar as partidas de um possível Mundial.

A Fifa definirá no dia 2 de dezembro os países que vão sediar as Copas do Mundo de 2018 e 2022. Inglaterra, Japão, Rússia, Estados Unidos, Austrália e uma candidatura conjunta de Espanha e Portugal também desejam receber um dos dois Mundiais. Indonésia, Catar e Coreia do Sul só se candidataram a sediar a Copa de 2022.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa do MundoHolandacandidatura

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.