Grael diz que disputa pela liderança da Volvo será acirrada

Atual segundo colocado da competição, capitão do Ericsson 4 quer chegar ao Rio de Janeiro em primeiro

EFE,

16 de março de 2009 | 11h01

O velejador brasileiro Torben Grael, capitão do Ericsson 4, atual segundo colocado da quinta etapa da Volvo Ocean Race, declarou nesta segunda-feira, que a disputa para chegar na frente ao Cabo Horn, no Chile, deve ser bastante acirrada.

 

Além do Ericsson 4, lutam pela dianteira o Ericsson 3, líder da atual fase da Volvo Ocean Race, e o Puma, que aparece em terceiro lugar. As embarcações partiram da cidade chinesa de Qingdao rumo ao Rio de Janeiro, e a primeira a atingir o Cabo Horn conquista quatro pontos.

 

Segundo Grael - medalha de ouro na classe Star nos Jogos Olímpicos de 1996 e 2004 junto com Marcelo Ferreira -, a chegada será "um sprint, com os barcos bem próximos, sobretudo se for levada em conta a quantidade de dias no mar", 30 até agora.

 

O velejador brasileiro acrescentou que, "se tudo correr como planejado", o Ericsson 4 seguirá firme rumo ao Rio de Janeiro, embora a cidade "ainda pareça estar muito distante".

Mais conteúdo sobre:
iatismoTorben Grael

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.