Ben Curtis/AP
Ben Curtis/AP

Grega e croata estão entre casos de doping em Pequim

Athanasia Tsoumeleka e Vanja Perisic foram flagrados com uma versão avançada da eritropoetina

EFE,

29 de abril de 2009 | 17h33

A atleta grega Athanasia Tsoumeleka e a croata Vanja Perisic estão entre os seis casos de doping nos Jogos Olímpicos de Pequim recentemente anunciados pelo Comitê Olímpico Internacional (COI).

Veja também:

linkBahrein admite doping do campeão olímpico dos 1.500 m

linkItália confirma doping de ciclista vice-campeão olímpico

linkCiclista alemão Stefan Schumacher é pego no antidoping

Tsoumeleka, da marcha atlética, e Perisic, que disputou os 800 metros, fazem parte do grupo de atletas flagrados, que inclui o bareinita Rashid Ramzi, campeão dos 1.500 metros, o italiano Davide Rebellin e o alemão Stefan Schumacher - ambos do ciclismo.

A grega, que foi desclassificada da prova olímpica de 20 km, já tinha sofrido uma punição da Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF, na sigla em inglês).

O espanhol Juan Carlos Higuero, quinto colocado na final olímpica dos 1.500 metros em Pequim, se mostrou satisfeito pelo fato de o COI ter detectado o doping de Ramzi, campeão da prova.

"Parabenizo o COI por ter flagrado um trapaceiro. Fico irritado porque Ramzi ganhou medalhas em Jogos Olímpicos e Mundiais de maneira suspeita", disse.

"Sempre suspeitamos dele. Os outros atletas sabiam o que estava acontecendo, pois o que ele fazia não era normal", acrescentou.

Na terça-feira, o COI anunciou que amostras de seis atletas deram positivo para doping com cera, um versão avançada da eritropoetina (EPO), durante os Jogos Olímpicos de Pequim, no ano passado.

A Cera é um hormônio usado para aumentar o número de glóbulos vermelhos e, assim, facilitar a oxigenação sanguínea e a recuperação muscular, após provas de esforço elevado - por isso é usado principalmente por atletas em provas de resistência, como as corridas de longa duração do atletismo e do ciclismo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.