Grêmio: a 3 pontos da melhor campanha

Vitória ante Boyacá hoje coloca time em vantagem nas fases seguintes

Elder Ogliari, O Estadao de S.Paulo

28 de abril de 2009 | 00h00

Mesmo que já esteja classificado para as oitavas de final como primeiro colocado do Grupo 7, o Grêmio quer mais três pontos contra o Boyacá Chicó, hoje, em Porto Alegre, para assegurar também o primeiro lugar entre todos os participantes da primeira fase da Taça Libertadores. Se conseguir, chegará a 16 pontos, não poderá ser alcançado por mais ninguém e, nessa condição, levará para o Olímpico os jogos de volta de todas as fases para as quais se classificar na sequência da competição, quando as vagas passam a ser decididas em confrontos mata-mata.O técnico interino Marcelo Rospide não faz segredo e vai escalar o time considerado titular para o momento. O ala Ruy está recuperado de contusão e volta ao time gremista depois de 25 dias. No ataque, o treinador optou pelo argentino Maxi Lopez como parceiro de Jonas. Outro argentino, Herrera, e Alex Mineiro seguirão esperando por uma oportunidade do banco de reservas.A diretoria do Grêmio espera receber um público de 35 mil a 40 mil pessoas no Olímpico. Cerca de 6 mil ingressos foram vendidos até ontem. Os treinos do time, realizados com os portões abertos, levaram mais de 700 aficionados ao estádio no domingo e ontem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.