Grêmio faz sua parte, mas fica só com Libertadores

Com 2 a 0 sobre o Atlético-MG, time gaúcho termina como vice-campeão

Porto Alegre, O Estadao de S.Paulo

08 de dezembro de 2008 | 00h00

Aos 42 minutos do segundo tempo, no Olímpico, a torcida gremista mostrou o quanto ama o time. De pé, ao saber do título do São Paulo, aplaudiu os vice-campeões de 2008. Em campo, cumpriram seu papel e bateram o Atlético-MG, por 2 a 0, gols de Tcheco (pênalti) e Soares.O aplauso tricolor foi um reconhecimento para uma equipe que, há três anos, humilhada, disputava a Série B e muitos previam iria demorar para engrenar de novo. O Grêmio se organizou, subiu, e de lá para cá chega pela segunda vez à Libertadores, da qual terminou na segunda colocação em 2007.Ontem, no Olímpico, com as arquibancadas lotadas, o verde se misturava ao tradicional azul, preto e branco. Camisas, bandeiras e o grito de "Goiás!, Goiás!" pediam uma força do rival do Centro-Oeste no duelo com o São Paulo. A ajuda não veio, o título também não, mas a festa bonita das arquibancadas foi um consolo para um clube que liderou boa parte da competição. E diminuiu um pouco a gozação do avião colorado que sobrevoou o estádio no fim, com uma faixa que dizia: "Só o Internacional ganhou tudo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.