Grêmio reage após a Copa do Brasil e derrota o Fla

Time gaúcho se mostrou refeito da eliminação de quinta-feira e ganha por 2 a 0 do adversário carioca no Olímpico

O Estado de S.Paulo

25 de junho de 2012 | 03h06

O reencontro ontem, no Olímpico, do Flamengo com o técnico Vanderlei Luxemburgo não foi nada agradável para o clube carioca, até então invicto. O Grêmio mostrou que já superou o trauma da eliminação da Copa do Brasil para o Palmeiras e derrotou o time rubro-negro, no Olímpico, por 2 a 0.

A reabilitação gremista veio com gols de Marcelo Moreno e Werley, que alçaram o tricolor gaúcho para o G-4, com 12 pontos. O Flamengo manteve os 9.

No Engenhão, a Ponte Preta conseguiu uma proeza: venceu pela primeira vez um time carioca jogando no Rio, ao derrotar a Botafogo por 2 a 1. Com o triunfo, o time campineiro passou a somar 9 pontos e entrou na zona de classificação para a Sul-Americana. O Botafogo permaneceu também com 9.

A Ponte abriu o marcador com Nikão, aos 15 minutos. Os cariocas empataram com Andrezinho, aos 43, de pênalti. Na segunda etapa, Ricardinho fez 2 a 1 para a Ponte Preta, aos 9.

O Sport foi batido na Ilha do Retiro pelo Internacional por 2 a 0. A vitória aproximou o time colorado do G-4, com 11. Já o rubro-negro pernambucano ficou a um ponto do rebaixamento, com 5.

Os gaúchos abriram o marcador aos 13 minutos, com gol contra de Bruno Aguiar. Aos 38, a equipe gaúcha ampliou para 2 a 0 com Leandro Damião

Em Florianópolis, o Figueirense empatou com o Bahia por 1 a 1, mas manteve a escrita: os baianos continuam sem vencer os catarinenses no Orlando Scarpelli.

O Figueirense abriu o placar com um gol de Júlio Cesar. O Bahia chegou ao empate com Vander. Se o resultado foi ruim para os catarinenses, para os baianos beirou a catástrofe: o clube ficou perto ao rebaixamento, com 6.

O Atlético-GO não aproveitou a vantagem de jogar em casa para obter sua primeira vitória. Foi goleado pelo Fluminense por 4 a 1 e acabou com a lanterna do Brasileiro nas mãos.

O Atlético-GO abriu o marcador com Ernandes, aos 12. Samuel empatou aos 19. E aos 25, o zagueiro Gum fez 2 a 1 para os visitantes. No segundo tempo, Gilson, contra, fez 3 a 1 para o Flu, e Deco ampliou para 4 a 1, aos 47.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.