Daniel Augusto Jr/FOTOARENA
Daniel Augusto Jr/FOTOARENA

Grupo dos 100% embola o Nacional

Com pontuação máxima após duas rodadas, quatro clubes aparecem no topo da tabela do torneio, que agora divide as atenções com a seleção brasileira

, O Estado de S.Paulo

30 de maio de 2011 | 00h00

O grupo dos quatro únicos clubes a conquistar duas vitórias em igual número de rodadas embolou o Campeonato Brasileiro.

Atlético-MG e Vasco, São Paulo e Corinthians, nesta ordem pelos critérios de desempate, comandam a classificação do torneio que, na semana que vem, dividirá atenções com a seleção brasileira, que no sábado pega a Holanda, no Serra Dourada, em Goiânia, em partida amistosa.

Envolvido com a decisão da Copa do Brasil, o Vasco escalou uma formação alternativa contra o América-MG, ontem, em São Januário. Isso não foi empecilho para a vitória de 3 a 0 que o alçou à liderança em empate absoluto com o Atlético (ambos têm seis gols a favor e um contra). No sábado, o clube mineiro venceu o Avaí por 3 a 1.

Adversário dos vascaínos da final, o Coritiba também recorreu a reservas para encarar o Corinthians, em Araraquara, e acabou derrotado por 2 a 1.

O outro líder, o São Paulo, só conseguiu bater o Figueirense por 1 a 0 (gol de Lucas) no último minuto do jogo de sábado.

O Campeonato Brasileiro ainda não conhece o potencial real de seus participantes. Vários clubes têm reforços já contratados à espera de um posicionamento da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) sobre a antecipação da janela de inscrições.

Outros, como o Santos, poupam titulares porque priorizam uma competição diferente.

O time paulista, que na quarta-feira decide contra o Cerro Porteño uma vaga na final da Taça Libertadores, escalou seu segundo quadro contra o Botafogo, sábado, e perdeu por 1 a 0 - foi o primeiro fracasso de Muricy Ramalho à frente do time.

Outros resultados. A partida mais movimentada aconteceu em Salvador, onde Bahia e Flamengo empataram por 3 a 3.

Os baianos, que marcaram com Jobson (2) e Lulinha, ficaram duas vezes à frente do placar, mas o time rubro-negro virou (Ronaldinho Gaúcho, Bottinelli e Egídio marcaram). O empate, com Jobson, saiu no final.

Na Arena da Baixada, Rafael Santos marcou o único tento do jogo - contra a própria meta, o que deu ao Grêmio a vitória de 1 a 0 sobre o Atlético-PR.

Cruzeiro e Palmeiras ficaram no 1 a 1, e o Fluminense bateu o Atlético-GO fora de casa (1 a 0). No sábado, Inter 0 x 1 Ceará.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.