Guarani acaba com tabu e bate a Ponte por 1 a 0

O time, que não vencia o adversário desde 2003, continua líder invicto

CAMPINAS, O Estadao de S.Paulo

20 de junho de 2009 | 00h00

O Guarani venceu ontem a Ponte Preta por 1 a 0, no Estádio Moisés Lucarelli, e manteve, após sete rodadas, não só a liderança como a invencibilidade no Campeonato Brasileiro da Série B. Com o resultado, a equipe bugrina passou a somar 19 pontos, quatro a mais que o Brasiliense, o segundo colocado.Foi o primeiro derby que os dois clubes disputaram pela Série B do Brasileiro e o 184ª da história dos dois times campineiros. Jogando em seu estádio e sem perder para o adversário desde 2003, a Ponte Preta entrou em campo na tarde de ontem com a sua autoestima em alta e com vivas esperanças de voltar ao grupo dos quatro melhores times da competição. Porém um gol de Caíque logo no primeiro minuto de partida acabou definindo a vitória ao Guarani.Mas foi um triunfo difícil, pois mesmo sofrendo o golpe inesperado desse gol relâmpago a Ponte logo se recuperou e procurou jogar de igual para igual com o líder da Série B, chegando a criar boas chances de empate, como na cobrança de falta, aos 19 minutos da etapa inicial, que o zagueiro Edilson bateu forte para ver bola chocar-se contra a trave depois de uma defesa parcial do goleiro bugrino Douglas.O primeiro tempo foi bem movimentado, com os dos dois times correndo bastante e sempre buscando o gol. Já a segunda etapa foi mais truncada, com o Guarani evitando se expor e com a Ponte sem conseguir levar perigo ao gol de Douglas."A Ponte Preta mostrou personalidade, pois levou esse gol logo no início e não se desarrumou", elogiou o técnico Pintado, que dirigiu o time pela quarta vez.OUTROS JOGOSEm Campinas Grande, o Fortaleza venceu o Campinense por 4 a 2 depois de sair para o intervalo perdendo por 2 a 1. Marcelinho foi o autor dos dois gols. Pelo Fortaleza, marcaram Marcelo Nicácio (2), Eusébio e Sílvio.O Atlético-GO venceu o clássico goiano contra o Vila Nova por 3 a 2, e se manteve entre os quatro melhor clubes da Série B (é o 3º). Após abrir uma vantagem de 2 a 0 nos primeiros 15 minutos de partida, o Atlético-GO acabou cedendo o empate por 2 a 2 aos 36 do 2º tempo, para definir a vitória apenas nos acréscimos. Marcão, Róbson e Gilson fizeram os gols atleticanos, enquanto Gil e Washington marcaram para o Vila Nova.Em Salvador, Bahia e Ipatinga empataram por 1 a 1, gols, respectivamente, de Joãozinho e Amilton. Encerrando a rodada, Sandro Hiroshi fez o gol do América-RN sobre o ABC em Natal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.