Guedes deixa Bahia e Artur Neto sai do América-RN

Ameaçados pelo rebaixamento na Série B do Campeonato Brasileiro, Bahia e América-RN ficaram sem técnicos nesta quarta-feira. Sérgio Guedes tinha deixado o cargo à disposição da diretoria baiana após a derrota, em casa, para o Duque de Caxias, por 2 a 1, na última terça-feira à noite. Já Artur Neto surpreendeu a diretoria do América ao pedir demissão após comandar o time potiguar por apenas dois jogos.

AE, Agencia Estado

30 de setembro de 2009 | 12h44

A queda de Guedes no Bahia já era esperada por seu retrospecto negativo. Em 12 jogos, perdeu sete, empatou dois e venceu três vezes. A campanha ruim do Bahia, caracterizada pelas constantes mudanças de comando, podem também derrubar o gestor de futebol do clube, Paulo Carneiro, que tem contra si o fato de ter sido, no passado, presidente do rival Vitória.

A situação é tão confusa que não se tem nem uma lista de possíveis técnicos substitutos. O Bahia, com 31 pontos, ocupa a 17.ª posição. No sábado, enfrenta o Figueirense, em Florianópolis, pela 28.ª rodada da Série B.

Já no América-RN, Artur Neto entregou o cargo um dia após a goleada sofrida para a Ponte Preta, por 4 a 0, em Campinas. Ele alegou que falta comprometimento de alguns

jogadores. Além de dirigir o América-RN contra a Ponte, Artur comandou a equipe pela primeira vez no último sábado, quando perdeu o clássico de Natal para o ABC, por 1 a 0. Seu substituto deverá ser Francisco Dias, que no domingo passado levou o Alecrim às semifinais da Série D do Campeonato Brasileiro e garantiu o acesso à Série C.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.