Guga avisa que dá para jogar nas duplas na Davis

Depois de realizar o primeiro treinamento com a equipe brasileira da Copa Davis em Belo Horizonte, local do confronto com a Suécia, a partir da próxima sexta-feira, Gustavo Kuerten garantiu que só estará mesmo em condições de disputar a partida de duplas, descartando qualquer possibilidade de jogar uma das simples. Diante dessa opção, o técnico Fernando Meligeni manteve indefinida a escalação, que só será anunciada na quinta-feira, dia do sorteio dos jogos. "Não é uma questão de querer fazer mistério", justificou Meligeni. "Tenho de avaliar as condições de todos os jogadores convocados, ver qual é a melhor estratégia para enfrentar os suecos e então, tomar a decisão." Para Guga, a convocação para a Davis já foi uma injeção de ânimo na sua luta para voltar a jogar o circuito internacional. Mas com a decisão de só poder jogar as duplas, ele deixa Meligeni em situação complicada. É que a parceira mais provável seria dele e André Sá. Com isso, o time brasileiro ficaria sem opções para os jogos de simples no domingo, em caso de uma lesão de um dos titulares. Para complicar ainda mais a situação de Meligeni, o suposto reserva Thiago Alves deverá assumir nessa segunda-feira a condição de novo número 1 do Brasil, com os pontos conquistados no challenger de Belém, no Pará. Precavido, o capitão brasileiro manteve aberta todas as suas possibilidades. Os convocados do Brasil são Guga, Sá, Flávio Saretta, Ricardo Mello, Marcos Daniel e Thiago Alves. Na quinta-feira, apenas quatro deles poderão participar do sorteio para os jogos. A equipe da Suécia já treinou em Belo Horizonte e não há dúvidas na escalação: Andreas Vinciguerra e Robin Soderling jogam as simples, enquanto Jonas Bjorkman e Simon Aspelin fazem a dupla.

Agencia Estado,

17 Setembro 2006 | 16h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.