Guga faz nova parada e desiste de jogar em Acapulco

Consciente de que ainda não está pronto para jogar o circuito profissional da ATP, Gustavo Kuerten anunciou nesta sexta-feira sua desistência do Torneio de Acapulco, que acontece na próxima semana, no México. Desta vez, o motivo não foi nenhuma lesão, como aconteceu em Viña del Mar e Buenos Aires. Foi simplesmente o fato de o maior tenista brasileiro da história não se sentir em condições de enfrentar seus adversários de igual para igual. Guga bem que tentou marcar sua volta triunfante no Brasil Open, disputado na Costa do Sauípe, Bahia. Mas a derrota na estréia, para o também brasileiro André Ghem, deixou a certeza de que ele ainda está longe da melhor forma.De qualquer maneira, Guga joga ainda nesta sexta-feira, a partir das 22 horas, na semifinal da chave de duplas do Brasil Open. Ao lado do brasileiro André Sá, ele enfrenta os poloneses Mariusz Fyrstenberg e Marcim Matkowski.Futuro incerto - Uma nova desistência de um torneio aumentou ainda mais os comentários sobre a aposentadoria de Guga. O tenista, porém, insiste em continuar jogando. Fala que ainda pode enfrentar os melhores e garante que o fim da carreira não passa por sua cabeça.Na atual fase da carreira, Guga sequer está ganhando dinheiro com o tênis. Suas atuais despesas são bem maiores que os ganhos. Afinal, não leva mais os prêmios milionários e continua pagando salários para treinador, preparador físico, médico e toda sua equipe. Mas o tricampeão de Roland Garros e ex-número 1 do mundo não está preocupado com isso. ?Vejo que ainda tenho chances de jogar de igual para igual com jogadores entre os 20 do mundo. Fiz treinos com vários deles e sei que posso?, explicou Guga.A atual situação de Guga ainda exige cuidados. Sua movimentação em quadra, como mostrou na Costa do Sauípe, está abaixo do que se espera de um tenista que sonha em voltar ao grupo dos 20 melhores do mundo. Seus golpes ainda deixam boas esperanças, mas a parte física preocupa.Por isso mesmo, seu treinador, o argentino Hernan Gumy, resolveu ter mais alguns dias de treino antes da disputa de mais um torneio. Apesar de desistir de Acapulco, Guga manteve o calendário para as disputas dos Masters Series de Indian Wells e Miami, ambos em março, nos Estados Unidos.Para a organização do torneio mexicano, Guga mandou um comunicado pedindo desculpes. ?Sinto não poder ir para o ATP de Acapulco. Na verdade, esperava neste momento estar em nível de competição. E não gostaria de usar um wild card (convite), sem estar nas minhas melhores condições.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.