Guga não se abala com a reserva na equipe da Davis

Sem jogar um torneio oficial desde o US Open, em setembro do ano passado, e sentindo a falta de ritmo e confiança em seu jogo, Gustavo Kuerten não será titular em simples da equipe brasileira, que enfrenta o Peru, de sexta a domingo, na cidade de Ásia, pela primeira rodada do grupo I da Copa Davis. Mas Guga garantiu não estar abatido ou chateado, apesar da experiência ser inédita em sua carreira.?É o melhor para a equipe?, afirmou o maior tenista brasileiro da história. ?Acho que será uma boa estratégia. Fazer o primeiro jogo com Horna, em melhor-de-cinco sets, logo no primeiro dia, poderia comprometer o resultado de todo o confronto.?Sem Guga nas simples, o sorteio apontou Flávio Saretta para fazer o primeiro jogo diante de Ivan Miranda, a partir das 10 horas (13 horas de Brasília), com transmissão da SporTV. A seguir, Ricardo Mello irá desafiar o número 1 peruano, Luís Horna. Para as duplas, no sábado, Guga está escalado ao lado de André Sá. Eles irão enfrentar Ivan Miranda e Matias Silva. E no domingo, novamente nas simples, Saretta pega Horna e Mello enfrenta Miranda, mas os dois capitães podem fazer alterações nessas escalações.O capitão brasileiro, Fernando Meligeni, demonstrou confiança na sua escolha e não teme críticas por ter tirado Guga da condição de titular. ?Tenho de ver o que é o melhor. E para os jogos desta sexta-feira, escalei os tenistas que estão em melhores condições de colocar o Brasil à frente?, explicou.Para Ricardo Mello, entrar como titular transformou-se numa grande chance. E ele garantiu que não vê pressão em substituir Guga. ?Esta semana recebi muito apoio do Meligeni e vamos ver se já não conseguimos uma boa vantagem para o Brasil logo no primeiro dia?, afirmou.Na condição de número 1 do Brasil, Flávio Saretta faz um jogo chave diante de Ivan Miranda. Afinal, entra em quadra com a responsabilidade de vencer, o que não acontece com Ricardo Mello, que enfrenta o favorito Luis Horna.De comportamento instável, Saretta mostra-se seguro e confiante. ?Treinei bem toda a semana e acho bom fazer o primeiro jogo. Entro em quadra apenas preocupado com meu jogo. Sei que será difícil, mas estou confiante?, disse o tenista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.