CBDA
CBDA

Guilherme Costa fica sem pódio nos 800m livre, mas quebra recorde sul-americano

Medalhista de bronze nos 400m livre em Budapeste, nadador brasileiro encerra prova desta terça na quinta posição

Redação, Estadão Conteúdo

21 de junho de 2022 | 17h24

Bronze nos 400 metros livre do Mundial de Esportes Aquáticos de Budapeste, na Hungria, Guilherme Costa chegou à final dos 800 metros livre nesta terça-feira e brigou por mais uma medalha, mas não subiu ao pódio. Apesar disso, o "Cachorrão" bateu o recorde sul-americano da prova, ao anotar o tempo de 7min45s48.

Guilherme iniciou a prova em ritmo acelerado e liderou os primeiros 300 metros com boa vantagem. Na sequência, viu os adversários acumularem intensidade e começou a perder posições, até encerrar a prova em quinto lugar. O topo do pódio ficou com o norte-americano Bobby Finke, medalhista de ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio. O alemão Florian Wellbrock foi prata e o ucraniano Mykhailo Romanchuck ficou com o bronze.

Outro representante brasileiro em uma final nesta terça foi Felipe França, na disputa dos 50 metros peito. Com um tempo de 27s42, ele ficou com a oitava colocação da prova, vencida pelo americano Nic Fink, que marcou 26s45 contra 26s48 do medalhista de prata Nicolo Martinenghi, da Itália, e 26s72 de Michael Andrew, nadador dos EUA e terceiro colocado.

O Brasil também brigou por medalha na final da rotina técnica do nado artístico, prova na qual o país não disputava uma decisão desde 2015, em Kazan. A equipe formada por Vitoria Casale, Jullia Catarino, Rafaela Garcia, Luiza Lopes, Laura Micucci, Celina Rangel, Gabriela Regly e Anna Giulia Veloso terminou em 12º lugar.

Mais cedo, nas etapas eliminatórias, Gabriel Santos e Marcelo Chierighini terminaram com a 25ª e 26º colocações nos 100 metros livre. Já nos 200 metros medley, Vinícius Lanza foi 23º, enquanto Caio Pumputis acabou desclassificado por pernada de crawl no nado peito. Giovanna Diamante, por sua vez, ficou em 18º lugar nos 200 metros borboleta. No revezamento 4x100 metros medley misto, o time formado por Diamante, João Gomes Jr, Guilherme Basseto e Stephanie Balduccini ficou em nono na colocação geral.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.