Márcio Fernandes/Estadão
Márcio Fernandes/Estadão

Gustavo Borges vê filho seguir os seus passos em ida aos Estados Unidos

Luiz Gustavo já está acertado para estudar em Michigan

Demétrio Vecchioli, O Estado de S. Paulo

19 de dezembro de 2016 | 07h00

Tetracampeão universitário nos 100 livre – as provas são em piscinas medidas em jardas, não metros –, Gustavo Borges ensinou o filho, Luiz Gustavo, que esporte e educação deveriam seguir sempre lado a lado. O resultado disso é que, em agosto do ano que vem, pai e filho vão se separar. O garoto, de 17 anos, está acertado para estudar em Michigan.

"Desde cedo meus pais já tinham colocado em casa para ter esporte e educação em nível avançado, de forma que eu pudesse ter alto rendimento no esporte e na escola. A NCCA é a única que consegue oferecer isso. No Brasil, esporte e educação não vão juntos", diz Luiz Gustavo, espelhando o pensamento do pai. A mãe, a espanhola Bárbara Franco, estudou na Universidade da Flórida, e disputou duas Olimpíadas. Ele nasceu na Flórida, em Jacksonville.

"Faculdade e esporte é uma combinação que funciona de uma maneira espetacular nos EUA para jovens que têm interesse e oportunidade. Com certeza, é uma experiência única. Fico feliz pela decisão do meu filho e o caminho que está seguindo", comenta Gustavo, membro do hall da fama da Universidade de Michigan.

Luiz Gustavo, entretanto, garante que o pai não influenciou na escolha. O medalhista olímpico sugeriu também North Carolina, Texas e Stanford, locais com nível acadêmico e esportivo alto. "Mas fui eu quem ligou, mandou e-mail para os técnicos", garante o jovem, que cursa uma escola britânica em São Paulo. Na natação, começou na escolinha do pai, mas sempre defendeu o Pinheiros.

Preservado dos holofotes, Luiz Gustavo começa a ter resultados que justifiquem a comparação com o pai. Competindo como "Luiz Gustavo Franco", em outubro, ganhou o Troféu Julio de Lamare, o Brasileiro Júnior I, nos 50m livre.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.