Há 35 anos, Muhammad Ali vencia Leon Spinks em revanche

Spinks derrotou Ali numa luta surpreendente e concedeu revanche. Péssima decisão

WILSON BALDINI JR. - Enviado especial, O Estado de S. Paulo

15 de setembro de 2013 | 08h00

LAS VEGAS - Em 15 de setembro de 1978, Leon Spinks concedeu a Muhammad Ali a revanche pelo cinturão dos pesos pesados seis meses após assombrar o mundo, ao vencer a lenda do boxe. Campeão olímpico em Montreal/1976, juntamente com seu irmão Michael Spinks - que faria sucesso como meio-pesado e pesado no profissionalismo -, Leon preferiu enfrentar novamente Ali a dar uma oportunidade a Ken Norton.

Má escolha. Mesmo longe de ser o bailarino de outros tempos, Ali se apresentou melhor do que da primeira vez, e dominou completamente o combate, diante do novato Spinks, que fazia apenas a sua nona luta como profissional. Os 63.350 espectadores (maior público do boxe em eventos indoor) que lotaram o Superdome, em Nova Orleans, Louisiana, foram à loucura com o desempenho do eterno campeão, aos 36 anos, durante os 15 rounds.

Os juízes foram unânimes: 10-4 (duas vezes) e 11 a 4 para Ali, que se tornava o primeiro pugilista a ganhar o cinturão dos pesos pesados por três vezes.

O combate foi transmitido ao vivo pelo canal ABC e visto por mais de 90 milhões em todo o mundo, marca histórica para a época.

"Eu me destruí para me preparar para esta luta. Me sacrifiquei mais do que devia", disse Ali, que anunciaria a aposentadoria em 6 de setembro de 1979. Ele voltou a lutar em 1980, quando perdeu para Larry Holmes e em 1981, ao ser derrotado por Trevor Berbick, decretando o fim de sua maravilhosa carreira.

Spinks lutou até 1995, mas nunca mais teve sucesso.

Tudo o que sabemos sobre:
boxeMuhammad AliLeon Spinks

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.