Haddad torce por vitória feminina na etapa da Indy em SP

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, revelou neste sábado que vai torcer por uma vitória feminina na etapa paulistana da Fórmula Indy, a ser disputada no próximo domingo. A corrida contará com duas mulheres: a brasileira Bia Figueiredo, da equipe Dale Coyne, e a suíça Simona de Silvestro, da KV.

AE, Agência Estado

27 de abril de 2013 | 14h53

"No que depender de torcida, vamos torcer para os brasileiros. Mas quem sabe uma mulher não ganha?", afirmou o prefeito, ao visitar o circuito do Anhembi, que receberá a prova, na zona norte da capital. Uma vitória feminina encerraria a hegemonia do australiano Will Power, vencedor de todas as três etapas da Indy já disputadas em São Paulo.

A visita de Haddad consistiu na vistoria oficial do Anhembi. O prefeito acompanhou os trabalhos finais na pista e fez elogios à estrutura. "Soube que é uma das pistas mais bem avaliadas do calendário da Fórmula Indy e uma das mais bem avaliadas entre os circuitos de rua em geral, independentemente da categoria. Isso orgulha São Paulo. Para nós, será uma satisfação receber a Indy mais uma vez", declarou.

Haddad se mostrou satisfeito com a mudança implementada na curva "S do Samba", que foi alargada. "Acho que teremos uma grande corrida, segura, já que houve uma pequena alteração no traçado para deixar a pista ainda mais segura."

O prefeito ainda reiterou os benefícios de receber a corrida em São Paulo. "Esses grandes eventos contam com o recurso do tesouro do município, mas trazem um impacto para a economia que é maior que o investimento. Ou seja, o retorno para a cidade é sempre superior, então, obviamente, tem valido a pena", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula IndyAnhembiFernando Haddad

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.