Halterofilismo: medo esvazia Mundial

Apenas um halterofilista norte-americano vai participar do Mundial da modalidade que começa domingo, em Anatalya, na Turquia. Dos 11 atletas que representariam o país, só a levantadora Jackie Berube deve competir, na categoria 58 quilos. Os outros preferiram não viajar, temendo um novo atentado terrorista. Os organizadores da competição garantiram que irão aumentar a segurança dos 500 atletas que estão sendo esperados.

Agencia Estado,

26 de outubro de 2001 | 18h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.