AO VIVO

Confira tudo sobre a Copa do Mundo da Rússia 24 horas por dia

Hamilton supera carros da Ferrari e lidera primeiro treino livre no México

Lewis Hamilton começou bem mais um fim de semana em que tenta diminuir a vantagem de Nico Rosberg na liderança do Mundial de Pilotos. Nesta sexta-feira, o inglês da Mercedes foi o mais rápido no primeiro treino livre para o GP do México, a 19ª das 21 etapas da temporada 2016 da Fórmula 1, realizada no Autódromo Hermanos Rodríguez.

Agência Estado, Estadão Conteúdo

28 Outubro 2016 | 15h10

No último fim de semana, Hamilton encerrou uma sequência de cinco provas sem vitórias, período em que Rosberg aproveitou para assumir a liderança do campeonato e abrir uma vantagem confortável na classificação, que o deixa sem precisar vencer sequer uma prova até o final do campeonato para ser campeão.

A vitória nos Estados Unidos não alterou muito a situação, pois a vantagem de Rosberg ainda é de 26 pontos, mas serviu como alento para Hamilton, além de encerrar a sua má fase. E agora no México, o inglês tenta repetir o triunfo e aumentar a pressão sobre o alemão.

Nesta sexta-feira, então, Hamilton começou o fim de semana no GP do México liderando o primeiro treino livre ao marcar o tempo de 1min20s914 na sua melhor volta. E quem mais se aproximou do inglês foi a Ferrari com os seus dois pilotos.

A possibilidade de a Ferrari ser mais competitiva pode ser um fator positivo para Hamilton, pois dobradinhas da Mercedes, mesmo com Rosberg em segundo lugar, até o final do campeonato, garantem ao alemão o primeiro título mundial da sua carreira.

O também alemão Sebastian Vettel foi quem ficou mais perto de Hamilton ao fazer o tempo de 1min20s993, se juntando ao inglês como únicos pilotos que registraram voltas em menos de 1min21 no primeiro treino livre do GP do México. Só que o registro do inglês veio com os pneus médios, enquanto Vettel fez a sua marca com os macios.

Também com os compostos macios, o finlandês Kimi Raikkonen, o outro piloto da Ferrari, fez o terceiro melhor tempo, com 1min21s072. Logo depois, veio a Force India com os seus dois carros, em uma demonstração de força, ainda que com marcas feitas com os compostos supermacios. O mexicano Sergio Pérez foi o quarto colocado, com 1min21s200, enquanto o alemão Nico Hulkenberg ficou em quinto lugar, com 1min21s409.

O finlandês Valtteri Bottas foi o sexto colocado, com 1min21s447, com os pneus macios. E Rosberg, que no ano passado venceu o GP do México, abrindo uma sequência de sete triunfos, terminou o primeiro treino livre em uma modesta sétima colocação, com 1min21s673, com os pneus médios.

O australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull, foi o oitavo mais rápido, logo à frente do brasileiro Felipe Massa, da Williams, com a marca de 1min21s836. E a relação dos dez primeiros colocados do primeiro treino livre do GP do México foi completada pelo russo Daniil Kvyat, da Toro Rosso.

Outro brasileiro do grid, Felipe Nasr fechou a atividade em 17º lugar, com 1min23s089, quatro posições atrás do seu companheiro de equipe na Sauber, o sueco Marcus Ericssson, e entre os dois carros da McLaren, com o espanhol Fernando Alonso na 16ª posição e o inglês Jenson Button em 18º.

O segundo treino livre para o GP do México será disputado nesta sexta-feira a partir das 17 horas (de Brasília). A largada da prova está agendada para as 16 horas de domingo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.