Handebol: Brasil busca reabilitação

Depois de sofrer três derrotas consecutivas, a Seleção Brasileira Feminina de Handebol tenta amanhã, contra a Sérvia e Montenegro, se reabilitar no Mundial da Croácia, em Split. Para avançar à próxima fase, as brasileiras precisam vencer os dois jogos da fase de classificação - domingo enfrenta a Austrália - e torcer para Sérvia e Montenegro, França e Espanha vencerem a Croácia. Pelo Grupo A, a França é líder invicta, com seis pontos - três vitórias em três jogos, seguida pela Croácia, Sérvia e Montenegro e Espanha, todas com quatro pontos - duas vitórias e uma derrota. A França foi a segunda colocada no Mundial da Dinamarca, disputado em 1999. Hoje, as equipes não entraram em quadra e tiveram o dia de folga. O Brasil treinou nos dois períodos.Na partida de estréia, a Seleção perdeu para o time da casa, por 32 a 25, na terça-feira. No dia seguinte, enfrentou a França e tomou um baile: 33 a 15. Na quinta, foi a vez das espanholas vencerem por apenas dois gols de diferença, 25 a 23. Na última edição do Mundial, na Itália, em 2001, o Brasil ficou em 12º lugar. A Rússia foi a campeã, seguida por Noruega e ex-Iugoslávia. Na Croácia, a Rússia lidera o Grupo B ao lado da Áustria, com três vitórias em três jogos, com seis pontos. Pelo regulamento da competição, na primeira fase, os 24 países distribuídos em quatro grupos de seis jogam entre si, em cinco partidas cada. Classificam-se para a segunda fase os três primeiros colocados de cada grupo. As seleções eliminadas não fazem mais nenhum jogo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.