Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Handebol: Brasil cai em chave difícil

A seleção brasileira feminina de handebol conheceu, nesta terça-feira, as adversárias no Mundial da Rússia, que será realizado em dezembro. Entre as rivais do Grupo C, na fase preliminar, está a Dinamarca, atual campeã olímpica. No mesmo grupo ainda estão Polônia, Áustria, Costa do Marfim e Alemanha. No Grupo A estão Japão, Rússia, Holanda, China, Croácia e Uruguai. No Grupo B, caíram Noruega, Hungria, Eslovênia, Angola, Coréia do Sul e Austrália. O Grupo D tem França, Ucrânia, Romênia, Macedônia, Argentina e Camarões. Oliver Coronado, técnico da seleção brasileira, afirma: "Para crescer, temos de ganhar dos grandes e sempre haverá equipes com mais tradição. Devemos ser humildes, mas não temer nada". Sobre a Dinamarca, avaliou: "A Dinamarca tem uma grande qualidade técnica, baseada em seu contra-ataque e sua forte defesa".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.