Handebol perde mas se classifica

Cometendo os mesmos erros do jogo anterior contra a Ucrânia, a seleção feminina de handebol do Brasil voltou a perder hoje no torneio olímpico em Atenas para o time da Hungria por 35 a 26. Apesar da derrota, as meninas do Brasil assumiram o quarto lugar e estão virtualmente classificadas para as quartas-de-final, já que as gregas, que hoje perderam das ucranianas, tem um saldo negativo de 50 gols e teriam de ganhar o próximo jogo contra a Hungria por um placar muito alto. A equipe brasileira começou bem o jogo de hoje contra o time húngaro, organizando bem as jogadas de ataque e defendendo forte, não deixando a Hungria disparar no placar. O Brasil teve uma grande oportunidade para passar na frente no marcador quando a partida estava empatada - com 10 gols para cada time -, mas desperdiçou o ataque e perdeu a chance de estabelecer a vantagem. A partir deste momento, as brasileiras, comandadas por Xicória e Aline, sofreram uma forte pressão do ataque húngaro. As meninas perderam a concentração e não conseguiram marcar as jogadas das adversárias, organizadas principalmente por Bojana Radulovics e Anita Gorbicz. A Hungria, vice-campeã mundial e olímpica, imprimiu um ritmo rápido ao jogo, forçando as brasileiras a buscarem a recuperação a cada gol sofrido. Embora tenha perdido duas partidas, o Brasil tem mostrado competitividade em todos os jogos, perdendo justamente nos erros. O time cometeu hoje 19 erros de ataque contra sete das húngaras. A equipe encerra sua participação nesta fase enfrentando a China, na disputa direta pelo terceiro lugar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.