Helinho deve US$ 2,3 mi

O anúncio foi feito por um fiscal da Receita dos EUA

, O Estadao de S.Paulo

28 de março de 2009 | 00h00

O piloto brasileiro Helio Castroneves deve a quantia de US$ 2,3 milhões (R$ 5,27 milhões)em impostos, segundo informações do Serviço de Rendas Internas dos Estados Unidos. A informação foi dada pelo fiscal Joann Levitt, que depôs ontem no julgamento do brasileiro em Miami. Helinho é acusado de sonegação de impostos nos Estados Unidos por não ter declarados ganhos de US$ 5,5 milhões no período entre 1999 e 2004 por meio da empresa Seven Promotions, uma offshore do Panamá. O piloto pode pegar pena de cinco anos de cadeia para cada ano em que não pagou os tributos, mais cinco por conspiração com a irmã, Katiucia e o advogado Alan Miller . Levitt afirmou que, além de não ter declarado ganhos, Helinho reclamou indevidamente redução de milhares de dólares em impostos e não relacionou roupas Hugo Boss e passagens de avião que recebeu. O advogado de defesa, David Garvin, tentou rebater as declarações mas recebeu uma resposta bastante firme do fiscal. "Eu apresento uma opinião baseada toda em evidência. Helio Castroneves devia reportar isso (os US$ 2,3 milhões) porque eram seus ingressos (de dinheiro)."Os trabalhos no tribunal em Miami já duram quatro semanas e ontem a acusação terminou de fazer suas exposições. Na próxima semana a defesa começa sua apresentação mas não há definição se Helinho testemunhará na tentativa de ser inocentado junto com a irmã e o advogado. Para responder ao processo em liberdade o piloto pagou fiança de US$ 10 milhões (R$ 22,92 milhões). Katiucia pagou US$ 2 milhões (R$ 4,584 milhões) e Miller US$ 250 mil (R$730 mil).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.