Byron Houlgrave/AP
Byron Houlgrave/AP

Helinho fatura pontos da pole, mas larga em 11º na Indy

Brasileiro perdeu dez posições após trocar o motor de seu carro

AE, Agência Estado

23 de junho de 2013 | 09h36

NEWTON - O brasileiro Hélio Castroneves venceu a bateria que definiu as primeiras posições do grid de largada da etapa de Iowa da Fórmula Indy na noite de sábado, mas vai começar a prova deste domingo, disputada em um circuito oval, apenas da 11ª colocação. Isso acontecerá porque a Penske trocou o motor do seu carro, o que acarretou na perda de 10 posições.

Apesar da punição, Helinho não ficará sem os nove pontos somados por ter vencido a bateria decisiva no Iowa Speedway, na cidade de Newton, na noite de sábado. Assim, na luta pelo inédito título da Indy, o brasileiro chegou aos 308 pontos e ampliou a sua vantagem para o norte-americano Ryan Hunter-Reay, o segundo colocado, para 25 pontos.

"Nove pontos agora são muito bem-vindos, para ser honesto", disse Helinho. "Eu estou realmente animado com o que conseguimos. Nós assistimos as duas primeiras baterias para que pudéssemos aprender alguma coisa", completou.

Com a punição imposta a Helinho, quem herdou a primeira colocação no grid da etapa de Iowa da Indy foi o australiano Will Power, companheiro do brasileiro na Penske, que terminou em segundo lugar na bateria decisiva. O canadense James Hinchcliffe começará a prova da segunda posição, seguido pelo norte-americano Marco Andretti, seu companheiro de equipe na Andretti, e de Ed Carpenter, também dos Estados Unidos.

Além de Helinho, o neozelandês Scott Dixon, o japonês Takuma Sato, o inglês James Jakes, a brasileira Bia Figueiredo e o norte-americano Josef Newgarden também sofreram punições. Diante disso, Tony Kanaan, que ficou em oitavo na bateria decisiva, vai largar da quinta colocação neste domingo. Já Bia iniciará a prova do 23º lugar.

A etapa de Iowa da Indy será disputada neste domingo, com largada prevista para as 16h05 (horário de Brasília). A prova terá 250 voltas, num total de 218 milhas. No ano passado, a corrida foi vencida por Hunter-Reay.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.