Alex Gallardo/AP
Alex Gallardo/AP

Helinho larga na frente do rival na última etapa da Indy

Scott Dixon lidera campeonato com 25 pontos de vantagem, mas começa corrida em 17.º lugar

AE, Agência Estado

18 de outubro de 2013 | 21h09

FONTANA - Em busca do inédito título da Fórmula Indy, o brasileiro Hélio Castroneves vai largar na frente de seu rival na última etapa da temporada, neste sábado, a partir das 21h30 (horário de Brasília), no oval de Fontana, nos Estados Unidos. O neozelandês Scott Dixon lidera o campeonato com 25 pontos de vantagem, mas começa a corrida em 17º lugar, enquanto o piloto do Brasil, único que ainda segue vivo na disputa para ser campeão, ficou na 12ª posição do grid.

No treino de classificação, realizado nesta sexta-feira, Helinho esteve muito perto de conseguir a pole position, o que lhe daria um ponto extra no campeonato. O brasileiro chegou a liderar a sessão que definiu o grid, mas foi ultrapassado pelo australiano Will Power, seu companheiro na equipe Penske, e terminou em segundo lugar. Como trocou o motor do carro, ele ainda perdeu 10 posições e vai começar a corrida deste sábado na 12ª colocação. Dixon também precisou trocar o motor do seu carro na equipe Ganassi e perdeu 10 posições no grid, caindo do sétimo lugar conseguido no treino para a 17ª colocação. Mas, mesmo largando mais atrás, ele tem uma vantagem considerável sobre Helinho na classificação do campeonato: 546 a 521 pontos - o piloto brasileiro liderou a maior parte da temporada, mas foi ultrapassado pelo neozelandês justamente na última etapa, realizada em Houston (EUA).

Apesar da desvantagem no campeonato, Helinho sabe que tem um carro rápido no circuito de Fontana, como mostrou o treino desta sexta-feira, quando a equipe Penske ficou com os três melhores tempos - além da pole position de Will Power, o norte-americano AJ Allmendinger conquistou o terceiro lugar. "Vamos fazer a melhor corrida que pudermos fazer e ver o que acontece", disse o brasileiro, que tem três vitórias nas 500 Milhas de Indianápolis. "Lamentavelmente, não temos uma bola de cristal para dizer para o meu companheiro para diminuir o ritmo", brincou Helinho, ao lamentar por não ter conseguido a pole position em Fontana - ele fez o tempo de 1min05s5508 no treino de classificação, contra 1min05s2247 de Power. Apesar disso, o australiano prometeu ajudar o brasileiro na prova deste sábado. "Vou fazer o que eu puder para ajudá-lo. Agora, é tudo para a equipe", avisou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.