Divulgação/CBC
Divulgação/CBC

Henrique Avancini fica em quarto lugar no Mundial de Mountain Bike

Ciclista brasileiro enaltece trajetória em meio a dificuldades após conquista histórica para a modalidade

Estadão Conteúdo

09 de setembro de 2017 | 12h11

Henrique Avancini conquistou um resultado histórico para o ciclismo brasileiro. Neste sábado, ele terminou a disputa da prova de elite do cross-country masculino na quarta colocação no Mundial de Mountain Bike, que está sendo realizado na Austrália, em Cairns.

Henrique figurou durante toda a prova entre os cinco primeiros colocados e cravou o tempo de 1h28min48 para garantir a quarta colocação, a 1min04 do suíço Nino Schurter, atual campeão olímpico e que assegurou o seu quarto título mundial consecutivo.

Além de Schurter, apenas dois outros competidores ficaram à frente do brasileiro, casos do checo Jaroslav Kulhavy, que marcou o tempo de 1h27min51, em segundo lugar, e do suíço Thomas Litscher, que fechou o pódio, na terceira posição, com 1h27min59.

O resultado representa um avanço considerável para Avancini, uma vez que no ano passado ele foi o 23º colocado na Olimpíada do Rio. Além disso, o brasileiro ocupa a 14ª posição no ranking da União Ciclística Internacional.

"O resultado pode até ser histórico, porém, o mais complexo até aqui não foi andar nesse nível, mas sim o caminho que percorri. Foi uma baita jornada. É verdade que passei - e passo - por muitas dificuldades como atleta num país que ainda engatinha na cultura esportiva, mas tenho encontrado pessoas no meu caminho que são oportunidades divinas pra minha vida em geral", escreveu o brasileiro em seu perfil no Facebook.

"Aos que sonharam ao meu lado, aos que perderam o sono procurando respostas, aos que viram e acreditaram em todo meu esforço e dor, aos que estiveram sempre por perto, mesmo distantes fisicamente, aos que estiveram do meu lado em bons e maus momentos, hoje eu informo à vocês que larguei com os melhores do mundo na principal competição do ano. Não fui só um coadjuvante competindo com os melhores. E volto pra casa com um quarto lugar no Campeonato Mundial", celebrou Avancini.

FEMININO

Também neste sábado na Austrália, Raiza Goulão ficou em 14º lugar na disputa feminina com a marca de 1h33min19. A suíça Jolanda Neff venceu a prova em 1h27min17. A britânica Annie Last ficou na segunda posição, à frente da francesa Pauline Ferrand Prevot.

"Infelizmente não fiz uma boa largada, esse é um ponto que preciso melhorar. Apesar de ter treinado muito essa característica ainda preciso aperfeiçoar alguns detalhes para evitar perder posições na primeira volta. Mas conseguir manter a cabeça focada e depois de pedalar alguns quilômetros já comecei a me sentir melhor, notando o rendimento voltar de forma natural", destacou a brasileira.

Tudo o que sabemos sobre:
CiclismoCiclismoMountain Bike

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.