Hernanes teme falta de ritmo de jogo

Depois de ficar um mês com a seleção olímpica, Hernanes voltou ao São Paulo contra o Santos. E jogou mal. Novamente convocado, dessa vez para o time principal de Dunga, ficou 10 dias apenas treinando e não entrou em campo. O jogador teme ter dificuldades para atuar bem na partida contra o Flamengo, amanhã, no Morumbi."Viajei, não treinei muito e perdi ritmo de jogo", reconheceu o jogador. "Esse tempo foi bom para descansar, mas provavelmente irei sentir a diferença dentro do campo."O técnico Muricy Ramalho vê Hernanes como um jogador diferenciado, o melhor volante do futebol brasileiro. A preocupação, porém, é que o atleta não possa dar a melhor contribuição para o time. "Quando ele fica afastado sente muito", afirmou o treinador. "Ontem, treinou bem, mas no São Paulo faz uma função diferente da que faz na seleção. Aqui tem mais liberdade para chegar ao ataque."Borges não treinou ontem. Tratou lesão no tornozelo direito. Dagoberto pode jogar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.