Heroína do jogo, Sassá dedica atuação ao pai

Apesar da atuação impecável e decisiva para a vitória do Brasil sobre o Japão, a ponta Sassá foi modesta. Falou mais do poder de reação do grupo num momento adverso que do fato de ter mudado o espírito do time. "Revertemos uma situação que a gente não estava esperando. Eu fui feliz ao entrar em um momento importante do jogo, mas toda equipe está de parabéns", resumiu.

Valéria Zukeran, O Estado de S.Paulo

14 de novembro de 2010 | 00h00

Sassá até foi elogiada individualmente pelo técnico José Roberto Guimarães: "Sempre me dediquei à preparação da Sassá, que é calma e cadencia o jogo. Sabia que em uma hora difícil ela poderia ajudar bastante."

Mas a ponta estava preocupada em compartilhar seu momento de alegria com alguém especial no Brasil. "Quero mandar parabéns para o meu pai (João Carlos), que fez aniversário ontem (anteontem)", pediu ao repórter de TV que a entrevistou. Pedido atendido, presente concedido."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.