Hinchcliffe toma a vitória de Helinho

Na estreia da competição, brasileiro perdeu a ponta numa relargada e não conseguiu tirá-la das mãos do canadense

ST. PETERSBURG , O Estado de S.Paulo

25 de março de 2013 | 02h07

Hélio Castro Neves começou bem a temporada da Fórmula Indy. Em Saint Petersburg, na Flórida, o piloto brasileiro largou da quinta colocação e chegou a liderar, mas foi ultrapassado numa relargada pelo canadense James Hinchcliffe, que foi o vencedor da primeira etapa.

Tony Kanaan também fez boa prova. O baiano largou em 11.º e terminou em quarto lugar.

Alguns dos favoritos tiveram resultados apagados. O australiano Will Power, "tri-vice-campeão" da categoria, largou na pole pela quarta vez seguida na Flórida, mas chegou em 16.º. Ryan Hunter-Reay, atual campeão, foi tocado por Graham Rahal, perdeu rendimento e teve de ir para os boxes, onde seu carro foi praticamente desmontado. O escocês Dario Franchitti, campeão em 2007, 09, 10 e 11, bateu forte e foi o causador da primeira bandeira amarela da corrida e teve de abandonar.

Bia Figueiredo, que conseguiu contrato para disputar três etapas, não exibiu bom cartão de visitas e não completou a prova. Ela se envolveu num acidente com Charlie Kimball.

Power começou bem e chegou a abrir cinco segundos de vantagem sobre o japonês Takuma Sato, da Foyt-Honda. Mas a bandeira amarela, acionada na volta 18 por causa da batida de Franchitti, complicou os planos do australiano.

Helinho ultrapassou Sato pela maior eficiência de sua equipe nos boxes. Na 25.ª volta, houve nova relargada e o brasileiro ultrapassou Power, seu companheiro na equipe Penske.

Depois de nova bandeira amarela, Power perdeu a segunda colocação para Hinchliffe. Depois, o carro de JR Hildebrand foi ao encontro do australiano, que teve de ir para os boxes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.