Hipismo: irmão de Doda surpreende

Os cavaleiros apontados como favoritos não venceram no primeiro dia do Campeonato Brasileiro de Hipismo, nesta quinta-feira, no Clube Hípico de Santo Amaro. O esperado duelo entre Álvaro Affonso de Miranda Neto, o Doda, e Vítor Alves Teixeira, não ocorreu. Vítor teve um outro rival, um outro Affonso de Miranda, Fernando, o Nando, irmão de Doda. Na prova contra o relógio, Nando surpreendeu. Curiosamente, Nando formou conjunto com Aspen, animal de 16 anos com o qual Doda formou conjunto na conquista das medalhas de bronze nas Olimpíadas de Atlanta, em 1996, e de Sydney, em 2000. Enquanto isso, Doda, com seu novo cavalo, Audi San Diego, só conseguiu o 6º lugar. Nenhum conjunto zerou a pista, com 13 obstáculos. Nando fez uma falta e completou o percurso em 83s13. Vítor Alves Teixeira, montando May Eve, uma sela-irlandesa de 12 anos, emprestada pela amazona Luciana Diniz, que está grávida, foi segundo, com 83s65. Achou o resultado positivo. "Gostei do desempenho da égua e agora acho que tenho, de novo, um animal para concursos internacionais. Esperava um resultado melhor do Cactus, que foi oitavo", disse Vítor que luta pelo décimo título brasileiro. O Campeonaato Brasileiro é primeira observatória nacional para os Jogos Eqüestres Mundiais. A prova segue nesta sexta-feira, às 12 horas, e domingo, às 13 horas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.