Hipismo: Pessoa não termina percurso

Montando Lianos, Rodrigo Pessoa desistiu de terminar o percurso do Grande Prêmio da Europa, nesta quarta-feira, em Aachen, depois de cometer um erro, que causou uma falta no terceiro obstáculo do percurso, de até 1,50 m de altura. A estratégia arrojada, escolhida pelo cavaleiro para ganhar tempo provocou o erro.Dos 60 conjuntos que entraram na pista de grama do Estádio Hípico de Aachen apenas seis completaram o percurso sem faltas, o que mostra o alto grau de dificuldade do percurso. Rodrigo investiu em ser rápido. "Os seis lances (passos) que deu após o segundo obstáculo não foram suficientes. Chegou tarde ao oxer. O tempo concedido, de 93 segundos, era apertado", explicou Nélson Pessoa, o Neco. Rodrigo encontrou-se com a noiva Keri e foi para a tribuna assistir ao desempate sem dar explicações.Bernardo Rezende Alves, com Oberon, foi 16º, e Álvaro Afonso de Miranda Neto, com Doda, 26º, cometeram uma falta cada um e não foram para o desempate. O GP da Europa teve três conjuntos alemães nas primeiras posições, para a festa da torcida que lotou o Estádio Hípico de Aachen: Markus Beerbaum/ABC Chaleston (38s88), Heinrich-Wilhelm Johannsmann/Gralshueter (40s10) e Lars Nieberg/Espirit FRH (40s31).Ainda nesta quarta-feira, na prova da série intermediária, Rodrigo Pessoa fez apenas meio percurso com Baloubet du Rouet, para "aclimatar" o cavalo para a Copa das Nações, sexta-feira. Mas a vitória no percurso de 1,45 m dealtura ficou com Bernardo Rezende Alves, montando Diva, com 32s79, nodesempate - apenas 9 dos 60 conjuntos foram para o segundo percurso.Nesta quinta-feira, será realizada mais uma prova, de 1,50 m, qualificatória para o Grande Prêmio de domingo.

Agencia Estado,

13 de junho de 2001 | 14h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.