Hipismo: Rodrigo não depende mais de si

O conjunto formado por Rodrigo Pessoa e Baloubet du Rouet entram no Grand Prix da Copa do Mundo de Las Vegas, neste domingo, a partir das 16h15 (horário de Brasília), desafiado por reverter uma classificação que não é a mais confortável. Mas o conjunto ainda tem chance de lutar pelo tetracampeonato da Copa do Mundo, embora dependa também de resultados dos adversários. A ESPN Brasil transmite a prova ao vivo. Como nos Jogos Olímpicos de Atenas, no ano passado, Rodrigo e Baloubet estão em desvantagem - têm o quarto lugar na classificação geral, após dois dias de provas (foram dois sétimos lugares, na quinta e sexta-feira). Mas em Atenas, contrariando todos os prognósticos, ficaram com a medalha de prata, transformada em ouro por causa do doping do cavalo Waterford Crystal, montado pelo irlandês Cian O´Connor.Rodrigo e Baloubet estão atrás de três conjuntos da Alemanha. A amazona Meredith Michaels- Beerbaum, montando Shutterfly, sexta colocada na prova de quinta, ao cronômetro, e primeira na sexta-feira, com um desempate, lidera a Copa do Mundo. Alois Pollmann-Schwecxhorst, com Candy 195, e Lars Nieberg, com Lucie 55, também estão à frente de Rodrigo com 3 pontos perdidos. Rodrigo e Baloubet têm quatro pontos perdidos.O cavaleiro, que adotou a nacionalidade brasileira embora tenha nascido na França e more na Bélgica, deve vir ao Brasil, no próximo fim de semana, para receber uma homenagem no The Best Jump, concurso realizado em Porto Alegre pelo empresário Jorge Gerdau Johannpeter, mas ainda não sabe quando receberá a medalha de ouro olímpica. Está aguardando comunicado do Comitê Olímpico Internacional que, com a ajuda da Federação Eqüestre Internacional, terá de tirar o ouro de O´Connor, desqualificado por doping, e entregar a Rodrigo.Nos dois dias de prova da Copa do Mundo, Baloubet foi bem rápido, mas derrubou um obstáculo, na quinta-feira, o penúltimo do percurso (falta transformada em excesso de tempo) e, na sexta-feira, o último do desempate. Na quinta, o conjunto foi o 19.º a entrar na pista de areia - fez o melhor tempo, mas cometeu uma falta. Na prova ao cronômetro a pena é transformada em tempo. O conjunto terminou em sétimo, com 63s99.Na sexta-feira, Rodrigo e Baloubet fizeram o percurso mais rápido - 66s57 - na primeira passagem, sem faltas. Os obstáculos, armados pelo course designer brasileiro Guilherme Nogueira Jorge - eram ainda mais altos e largos que na quinta-feira e a pista muito difícil e técnica.Apenas nove, de 42 conjuntos, que entraram na prova foram ao desempate, sem faltas. Mas na segunda passagem o conjunto derrubou o último obstáculo (33s12). A alemã Meredith Michaels Beerbaum, com Shutterfly voltou, venceu a prova (32s56). Rodrigo e Baloubet ficaram em sétimo. Com um sexto lugar e um primeiro, a alemã assumiu a liderança da prova.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.